Desemprego aumentou 13 por cento comparativamente a ano anterior

 

Depois de em outubro se ter aproximado do um milhar (930), o desemprego em Oliveira do Hospital registou, em novembro, uma redução na ordem dos cinco por cento (887), com o sexo feminino a ser o mais fustigado pelo flagelo social.

Em novembro de 2010, estavam inscritos no Centro de Emprego e Formação Profissional de Arganil 354 homens e 533 mulheres. A situação é contudo ainda mais grave, já que as estatísticas reveladas pelo IEFP não englobam os trabalhadores que se encontram com contratos suspensos, nem os desempregados que frequentam cursos de formação profissional.

Num olhar pelos números registados em 2009 é ainda possível verificar que no último ano, se assistiu a um acréscimo do desemprego. Comparativamente ao mesmo mês de 2009, o último mês de novembro registou uma subida na ordem dos 13 por cento. Refira-se que em novembro, estavam inscritos 774 desempregados e, no mesmo mês de 2010, os números do desemprego em Oliveira do Hospital se aproximavam das nove centenas.

A entrada do novo ano traz, contudo, boas notícias para o sector das confeções, em Oliveira do Hospital, já que unidade de confeções HBC retoma a laboração com perto de uma centena de trabalhadores.

LEIA TAMBÉM

AVMISP avisa, após reunião Marcelo Rebelo de Sousa, que falta de apoios pode levar empresas afectadas pelos incêndios a encerrar

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) lamentou hoje, na …

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …