Desemprego aumentou 22 por cento comparativamente a Maio de 2009

O Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) divulgou hoje os números do desemprego em Portugal. O cenário é muito pouco animador, e Oliveira do Hospital e Seia são os dois municípios da região com maior número de desempregados.

De acordo com os dados tornados públicos pelo IEFP, em Oliveira do Hospital o desemprego aumentou 22 por cento face a Maio de 2009 e 7 por cento em relação ao mês anterior.

No final de Maio de 2010, estavam inscritas no Centro de Emprego de Arganil 905 pessoas. Em Seia, o número é de 1.613 desempregados.Note-se que em termos nacionais, registou-se uma descida de 1,8 por cento.

Com uma taxa de desemprego muito superior à média nacional, estes números pecam ainda por defeito, uma vez que em Oliveira do Hospital – na sequência dos processos ligados ao encerramento das unidades de confecção HBC e NVA – existem mais de 200 trabalhadores com os contratos suspensos e que não constam das estatísticas.

O mesmo acontece com algumas centenas de desempregados que se encontram a frequentar cursos de formação promovidos pelo IEFP e que, enquanto esse processo decorrer, também não aparecem nos registos do desemprego.

LEIA TAMBÉM

Primeiro-ministro vê nas biorefinarias uma “oportunidade” para aproveitar a floresta e elogia trabalho desenvolvido na BLC3

O primeiro-ministro destacou ontem na inauguração do Campus de Tecnologia e Inovação BLC3, em Oliveira do …

António Costa remete construção do IC6 para “quando haja condições financeiras”

O primeiro-ministro não se compromete com uma data para a construção do IC6 entre Tábua …