Desemprego desceu 10 por cento em comparação com período homólogo de 2010

 

Ainda que preocupante, o desemprego em Oliveira do Hospital dá sinais de algum abrandamento. A comprová-lo estão os últimos dados estatísticos revelados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional que refletem uma descida de 10 por cento no número de desempregados, quando comparado com setembro do ano passado.

Feitas as contas, Oliveira do Hospital encerrou o mês de setembro, com 841 desempregados, menos 89 do que em setembro de 2010, altura em que contava com 930 pessoas à procura de emprego.

À semelhança do que acontecia naquela data, também atualmente as mulheres (512) continuam a ser as mais afetadas pelo drama social, sendo que do total de desempregados há ainda a registar o facto de 743 oliveirenses se encontrarem em busca de novo emprego e apenas 98 procurarem o primeiro emprego.

Apesar de se afigurarem mais satisfatórios quando comparados com 2010, os números também traduzem um aumento do flagelo em comparação com agosto deste ano (825), traduzido numa subida na ordem dos dois por cento.

Na análise aos números, importa contudo levar em linha de conta que os mesmos não refletem a realidade relativa aos desempregados que se encontram a frequentar cursos de formação profissional, o que tende a tornar mais grave a situação de desemprego no concelho de Oliveira do Hospital.

LEIA TAMBÉM

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …

PSA anuncia produção de carros de lazer na fábrica de Mangualde

Depois de ameaçar encerrar a produção em Portugal, o grupo francês PSA aumenta a pressão …