Desemprego em Portugal desce para 14,6% em abril

A taxa de desemprego em Portugal registou em abril a segunda maior descida homóloga da União Europeia, de 17,3% para 14,6%, apenas atrás da Hungria, sendo contudo a quinta mais elevada entre os 28, revela o Eurostat.

No boletim relativo ao mês de abril de 2014, o gabinete de estatísticas da União Europeia reviu em baixa a taxa de desemprego para os primeiros quatro meses deste ano em Portugal, para 15% em janeiro, 14,9% em fevereiro, 14,8% em março e 14,6% em abril.

Em termos homólogos, ou seja, relativamente a abril de 2013, Portugal observou a segunda maior queda na taxa de desemprego, de 17,3% para 14,6%, registando a quinta taxa mais elevada, atrás da Grécia, da Espanha, de Chipre e da Croácia.

Já o desemprego jovem em Portugal caiu ligeiramente para 36,1%, face aos 36,3% do mês anterior, e aos 40,3% de há um ano, constituindo-se como a sexta taxa mais elevada a nível europeu, superada pela Grécia, a Espanha, a Croácia, a Itália e Chipre.

Na zona euro, a taxa de desemprego registou uma descida ligeira, caindo em abril de 11,8% para 11,7% face a março, e também em termos homólogos (12% em abril de 2013), enquanto na União a taxa ficou nos 10,4% em abril, em baixa face aos 10,5% de março e aos 10,9% verificados no mesmo período de 2013.

Ao nível dos Estados-membros, as taxas de desemprego mais baixas continuam a verificar-se na Áustria (4,9%), na Alemanha (5,2%) e no Luxemburgo (6,1%). A Grécia (26,5% em fevereiro) e Espanha (25,1%) registaram as taxas mais elevadas.

LEIA TAMBÉM

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …