Detido incendiário florestal em Penacova

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 33 anos, solteiro, operador de motosserra, pela presumível prática de um crime de incêndio florestal, ocorrido no passado sábado em S. Miguel de Poiares. O terreno era povoado com eucaliptos, pinheiros e azinheiras, acabando por arder uma área com cerca de cinco hectares.

A Polícia Judiciária, que contou com a colaboração da GNR de Vila Nova de Poiares, refere que o suspeito actuou num quadro de alcoolismo e utilizou um isqueiro para atear o incêndio. Este ano, a PJ já identificou e deteve 43 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

LEIA TAMBÉM

Tragédia dos incêndios em Oliveira do Hospital: cinco mortes, destruição, luto e escolas encerradas

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital decretou hoje três dias de luto municipal em …

Chamas destruíram pavilhão de fábrica têxtil em Seia

O incêndio que lavra no concelho de Seia destruiu um pavilhão de uma fábrica têxtil …