Detido incendiário florestal em Penacova

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 33 anos, solteiro, operador de motosserra, pela presumível prática de um crime de incêndio florestal, ocorrido no passado sábado em S. Miguel de Poiares. O terreno era povoado com eucaliptos, pinheiros e azinheiras, acabando por arder uma área com cerca de cinco hectares.

A Polícia Judiciária, que contou com a colaboração da GNR de Vila Nova de Poiares, refere que o suspeito actuou num quadro de alcoolismo e utilizou um isqueiro para atear o incêndio. Este ano, a PJ já identificou e deteve 43 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

LEIA TAMBÉM

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

PJ deteve em Seia um homem por tentativa de homicídio

O Departamento de Investigação Criminal da Guarda da Polícia Judiciária (PJ), com a colaboração da …

Primeiro-ministro apresenta 20 equipas de sapadores florestais em Oliveira do Hospital

O primeiro-ministro, António Costa, apresenta amanhã 20 novas equipas de sapadores florestais, em Oliveira do …