Dispositivo de combate a incêndios vai ter mais meios em 2014

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) apresenta, hoje, o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF) para este ano, que contará com um reforço de meios.

A apresentação do dispositivo planeado para a época de incêndios florestais deste ano vai ser feita pelo comandante operacional nacional, José Manuel Moura, numa conferência de imprensa, em que estará também presente o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo.

Numa sessão realizada no passado sábado, em Santarém, com cerca de 700 representantes das associações e corporações de bombeiros de todo o país, o ministro garantiu que haverá mais meios de combate aos incêndios florestais durante o verão.

Miguel Macedo assegurou que está a ser feita uma «aposta num dispositivo reforçado», que compreenda as questões e problemas colocados pelas corporações de bombeiros, e que crie condições para que as «exigências operacionais não fiquem condicionadas por constrangimentos financeiros das corporações».

Antes da conferência de imprensa, realiza-se na ANPC, em Carnaxide, uma reunião da Comissão Nacional de Proteção Civil para apreciação e aprovação da Diretiva Operacional Nacional, documento de planeamento e de organização operacional do DECIF.

lusa.pt

Em 2013, os incêndios florestais provocaram nove mortos, oito bombeiros e um autarca, e consumiram mais de 145 mil hectares, a maior área ardida dos últimos oito anos.

LEIA TAMBÉM

Detidos incendiários em Viseu, Vouzela e Tondela

A Polícia Judiciária deteve um homem, de 41 anos, casado, servente de pedreiro, pela presumível …

IMT vai recorrer de decisão que declarou ilegal fecho de centro de inspecção automóvel de Seia

O Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) anunciou que vai recorrer das decisões judiciais que …