Distrital do PSD assegura que expulsão de militantes “não tem recurso”

“A expulsão dos militantes que integram listas contra o seu próprio partido resulta dos estatutos do PSD, é automática e não tem recurso”, afirmou Pedro Machado à agência Lusa, a propósito da decisão emanada, no dia 19 de Fevereiro, do Conselho de Jurisdição Nacional e já participada aos cerca de 80 militantes visados.

Com esta decisão, o CJN visa punir os militantes que nas últimas eleições autárquicas integraram listas adversárias, nomeadamente do Partido Socialista e do movimento independente “Oliveira do Hospital Sempre”.

Sublinhe-se que, ainda no início desta semana, a Comissão Política de Secção de Oliveira do Hospital, presidida por Nuno Pereira, tornou a pública a decisão de contestar a expulsão daqueles militantes, tendo já contactado um advogado para defender os seus “direitos”.

O processo de expulsão dos militantes foi conduzido pela Comissão Política Distrital do PSD que o fez chegar junto do Conselho de Jurisdição Nacional, acompanhado da respectiva certidão judicial que atestava a participação dos militantes em listas autárquicas adversárias.

O que a mesma certidão também confirma é que o seu pedido foi apresentado junto dos serviços do Tribunal Judicial de Oliveira do Hospital pelo próprio candidato do PSD que saiu derrotado nas autárquicas de 11 de Outubro de 2009, Mário Alves.

O processo de expulsão de militantes não se esgota na secção do PSD de Oliveira do Hospital. O líder da distrital afirmou, esta quinta-feira, que o processo abrange cerca de uma centena de militantes no distrito, incluindo 12 de Coimbra que integraram a candidatura “Agora Sim, Coimbra!”. Também na Figueira da Foz e Pampilhosa da Serra há militantes em situação semelhante.

Notícias relacionadas

LEIA TAMBÉM

Silêncio do Governo sobre IC6 no lançamento da requalificação do IP3 deixa José Carlos Alexandrino desagradado

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do hospital mostrou-se “bastante desagradado” com o Governo, …

SONAE (Ai – Ai …) Ou em como o “ouro” de uns é o nosso prejuízo!

CDU vê aprovado na Assembleia da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira voto de protesto contra falta de apoio das autoridades às vítimas dos incêndios

O eleito da CDU na Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Ervedal e …