Doença súbita impediu enfermeiro de chegar ao Centro de Saúde de Oliveira do Hospital

Foi infrutífera a tentativa de Carlos Alberto de Abreu, na madrugada de 24 de agosto, de recorrer aos cuidados de saúde de que necessitava.

A vítima de 45 anos, que residia em Lagos da Beira, dirigia-se para o Centro de Saúde de Oliveira do Hospital, quando terá sido traída por uma alegada indisposição súbita que, na rua do Ameal, em pleno centro da cidade, lhe provocou, cerca das 2h05, o despiste da viatura em que seguia e o embate em três viaturas que se encontravam estacionadas.

De acordo com informação avançada, na ocasião, pelo comandante dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital, o acidente não tem associado um nível de violência que fosse capaz de vitimar o enfermeiro à morte.

Segundo explicou, Carlos Alberto de Abreu padecia de insuficiência renal que, nos últimos tempos, o conduziu a uma certa debilidade física, tendo até sido necessária, recentemente, a prestação de socorro por parte de uma equipa helitransportada do INEM.Tal facto, logo, conduziu a uma associação direta entre o estado de saúde da vítima e o despiste ocorrido.

A morte do enfermeiro, nos moldes em que ocorreu, foi motivo de consternação entre a população oliveirense.

Casado e pai de dois filhos menores, Carlos Alberto de Abreu exercia a sua profissão no Centro de Saúde de Arganil e no lar da 3ª idade da Santa Casa da Misericórdia de Arganil.

LEIA TAMBÉM

CDU reclama transporte público até Ervedal da Beira e acusa Câmara de se esquecer de obras importantes

Os elementos da CDU representados na União das Freguesias de Ervedal da Beira e Vila Franca …

Tábua inaugurou posto de carregamento de veículos eléctricos

A Câmara Municipal de Tábua inaugurou hoje o Posto de Carregamento de Veículos Eléctricos. O …