Estação da CP

Dois detidos em operação de larga escala de fiscalização de comboios e estações

A GNR revelou hoje que deteve dois homens por tráfico de droga, identificou 17 cidadãos por imigração ilegal e apreendeu 950 doses de haxixe e 51 de cocaína numa fiscalização de larga escala realizada em comboios e estações ferroviárias. A operação que decorreu em simultâneo nas principais linhas ferroviárias europeias nos dias 11 e 12 Março e GNR fiscalizou, em Portugal, 373 estações ferroviárias, 675 comboios, 1.107 bagagens e 5.654 pessoas.

A Guarda Nacional Republicana refere, em comunicado, que duas pessoas foram detidas por tráfico de estupefacientes e 17 cidadãos foram identificados por imigração ilegal, além de terem sido apreendidas 959 doses de haxixe e 51 doses de cocaína. Sublinha ainda que foi dado destaque “ao controlo de entradas e saídas de pessoas e bens, no sentido de prevenir e combater” os roubos em estações e comboios, furto de metais não preciosos, imigração ilegal, tráfico de estupefacientes, criminalidade de comportamentos agressivos ou anti-sociais, crimes em comboios de carga e grafitis e vandalismo.

A operação de controlo e fiscalização em comboios internacionais e nacionais e estações ferroviárias foi realizada em coordenação com o Serviço de Estrangeiros e Fronteira, REFER, CP e FERTAGUS. A iniciativa fez parte de uma operação da European Network of Railway Police Forces, da qual a GNR é membro. O objectivo, destas acções simultâneas nas principais linhas ferroviárias europeias, visa o aumento da segurança, melhoria da eficácia no combate ao crime e o reforço da cooperação entre Estados-membros, refere o comunicado da GNR.

LEIA TAMBÉM

IMT vai recorrer de decisão que declarou ilegal fecho de centro de inspecção automóvel de Seia

O Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) anunciou que vai recorrer das decisões judiciais que …

Dez detidos em Seia por tráfico de droga

A GNR de Gouveia deteve, entre os dias 1 e 3 de Setembro, oito homens …