A imagem documenta o resultado final dos trabalhos arqueológicos, levados a cabo por uma equipa de arqueólogos da Arqueohoje, na Anta da Arcaínha, freguesia de Seixo da Beira.

Dólmen da Arcaínha já está recuperado e anfiteatro romano da Bobadela fica concluído este ano

Imagem vazia padrãoPara o processo estar completo, falta agora a componente informativa, cujo modelo está ainda a ser estudado pelo arquitecto da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital – a entidade promotora do projecto.

Segundo afirmou ao Correio da Beira Serra o arqueólogo Paulo Perpétuo – ainda na altura em que decorriam os trabalhos –, dos quatro monumentos dolménicos identificados no concelho o dólmen da Arcaínha era o que estava “num estado de ruína mais avançado”. “Estamos perante um monumento extremamente violado e revolvido”, referiu Perpétuo ao CBS.

De acordo com informações prestadas a este jornal pelo mesmo arqueólogo, este monumento “foi construído no final do período Neolítico”, no período das escavações, e foram encontrados cerâmicas e vasos com forma própria e decoração típica do final do período da Idade do Cobre, início da Idade do Bronze”.

Mas o processo de recuperação destes quatro espaços históricos – os outros três encontram-se localizados em Sobreda, Fiais da Beira e Bobadela –, está em “banho-maria” há já algum tempo porque – de acordo com o que o Correio da Beira Serra apurou junto de uma fonte ligada ao processo – a proprietária do terreno onde se localiza a Anta da Cavada, em Fiais da Beira, “tem estado a criar alguns obstáculos”, impossibilitando assim a intervenção dos arqeuólogos.

Imagem vazia padrãoNo âmbito da recuperação do património histórico local, em curso – conforme documenta a imagem –, está entretanto a recuperação do anfiteatro romano da Bobadela que, segundo avançou ao Correio da Beira Serra o presidente da Junta de Freguesia local, Fernando Duarte, “deverá estar concluída em finais de Junho, caso não aconteçam imprevistos”. No local, o edifício do Centro de Interpretação das Ruínas Romanas da Bobadela também já está pronto há vários meses, mas desconhece-se ainda quando é que poderá abrir ao público.

 

 

 

Henrique Barreto

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …