Novo Mapa judiciário entra em vigor segunda-feira, Tribunal de Oliveira do Hospital reduzido Secção de competência genérica e Câmara só discutiu assunto a 24 de Julho

Donos de unidade hoteleira do distrito de Coimbra condenados em tribunal por obrigarem funcionárias a prostituir-se

Uma mulher estrangeira e um homem português, proprietários de uma unidade hoteleira no Distrito de Coimbra foram condenados pelo crime de lenocínio, avança o Correio da Manhã que não revela a localidade do estabelecimento. A arguida foi sentenciada a dois anos e três meses de prisão e o homem a dois anos, mas ambos ficaram com pena suspensa.

O casal geria um estabelecimento hoteleiro no distrito, obrigando as funcionárias a prostituírem-se nos locais adjacentes ao edifício, cobrando-lhes uma percentagem pelos serviços.

No decorrer da investigação por parte do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras foram ainda identificadas várias mulheres estrangeiras em situação ilegal.

LEIA TAMBÉM

José Carlos Alexandrino garante que existem três médicos dispostos a vir trabalhar para Oliveira do Hospital desde que sejam contratados pela tutela

Deputado do PS Santinho Pacheco defende encaminhamento de doentes renais de Seia e Gouveia para Viseu

O deputado socialista Santinho Pacheco, eleito pelo circulo eleitoral da Guarda, anunciou hoje que questionou …

A partir de hoje a origem do leite é obrigatória nos rótulos

A origem do leite, queijo, requeijão, iogurte, manteiga ou nata vai ser obrigatória nos rótulos …

  • Vítor Manuel Ramalho

    Imigração, criminalidade e empresários corruptos sempre de mãos dadas.