É preciso combater os lobbies da Saúde

Assim como os cidadãos enviaram uma mensagem inequívoca ao optar por uma mudança política no País, também os enfermeiros devem aproveitar esta legislatura para serem parceiros intransponíveis no respeitante às políticas de Saúde.

O perfil do novo Ministro da Saúde coloca elevadas expectativas relativamente ao saneamento das contas da Saúde e à introdução de uma racionalidade nas políticas e gestão do sector que vise um aumento da sua eficiência e da sua efectividade. Tal passará, no nosso entender, por uma redução dos custos sincronizada com um aumento dos ganhos em saúde, da qualidade assistencial e da cobertura populacional. Objectivos que têm na Enfermagem um parceiro estratégico.

Porém, impõe-se, desde logo, um combate corajoso e persistente aos lobbies da Saúde, que durante décadas têm conseguido reverter em seu benefício o investimento dos cidadãos no Sistema.

É imperativo que se consiga reduzir o volume de horas extraordinárias que não representam quaisquer mais-valias para as organizações e clientes assim como as redundâncias processuais e gaps no continuum da prestação de cuidados de saúde.

É igualmente urgente repensar as funções dos diferentes profissionais do sistema de saúde com vista a uma melhor cobertura assistencial da população e a uma melhor gestão dos processos de cuidados, assim como a adequação de vários enquadramentos legais que actualmente se constituem como obstáculos à obtenção de uma verdadeira consistência em todas as prestações/intervenções relevantes para a Saúde dos cidadãos residentes em Portugal.

Os enfermeiros são agentes qualificados e muito valorizados, ironicamente mais no estrangeiro do que no nosso País…!

Certo de que serão muitas as mudanças a implementar nos próximos tempos, faço votos de que os princípios da boa governação pautem a intervenção do novo Ministério da Saúde, destacando desde já a nossa veemente intenção de sermos parceiros estratégicos na construção de soluções integradas, integradoras e íntegras.

Enf. Germano Couto
Presidente da Secção Regional do Norte da Ordem dos Enfermeiros

LEIA TAMBÉM

Comentários aos resultados eleitorais em Oliveira do Hospital. Autor: João Dinis, Jano

Grande vitória da CDU na Freguesia de Meruge!  A nível municipal, porém, sai muito ferida …

Pensar a República. Autor: Renato Nunes.

Não há pensamento sem tempo livre. Os feriados constituem, por isso, uma oportunidade privilegiada para …