“Ecoelec” arrecada 1º prémio do “Empreender +”

 

Nuno Caetano e Inês Ramos foram os grandes vencedores do Concurso de Ideias de Negócio “Empreender +” com o projeto “Ecoelec”, premiado com 15 mil Euros e que já se encontra em laboração.

“Regional – Innovation” de Ana Nunes, Luís Oliveira e Gonçalo Garcia, arrecadou o segundo prémio, 10 mil Euros, e “Go-Star” de Jorge Gouveia e Sérgio Abranches conquistou o terceiro prémio de 7.500 Euros.

A decisão foi tomada dia 20 de outubro pelo júri responsável por apreciar os projetos a concurso, num total de cinco – SUMDOT e Reciestrela – Central de Triagem de Resíduos Sólidos Urbanos com Sistema Integrado de Microgeração ficaram em 4º e 5º lugares respetivamente – e ratificada na última reunião da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital.

O projeto que ganhou o primeiro prémio, Ecoelec, prende-se com a importação e comercialização de motas elétricas e o desenvolvimento de pontos de carregamento e afigura-se como uma solução ecológica e confortável à fuga dos veículos tradicionais a combustão.

O negócio contempla a abertura de lojas em sistema franchising e o desenvolvimento de pontos de carregamento, que – de acordo com os promotores – colocará termo ao handicap deste tipo de mercado, já que muitos potenciais clientes se retraíam na hora da compra de veículos elétricos perante a falta daqueles locais de carregamento.

O segundo classificado, “Regional – Innovation”, assenta o seu conceito de negócio no desenvolvimento de um Centro Comercial Virtual Multi-língua dedicado à exportação/internacionalização de produtos regionais e turismo e destinado aos produtores regionais e locais.

A venda online de produtos tradicionais da Serra da Estrela é a missão do terceiro classificado, “Go- Star”, que surge no modelo de plataforma e que encontra vantagem competitiva na venda de produtos exclusivos de produção artesanal no mercado online global.

Os vencedores do Empreender + ficam agora obrigados a materializar os seus projetos, com instalação física no concelho de Oliveira do Hospital e a manter a atividade pelo período mínimo de cinco anos, sob pena de devolução integral do prémio.

Para além do prémio monetário, os projetos vencedores têm ainda prioridade na instalação da Incubadora de Empresas e Ideias e acesso ao sistema científico e tecnológico e à rede de conhecimento associada à BLC3 – Plataforma para o Desenvolvimento da Região Interior Centro.

“O esforço desenvolvido, a capacidade de inovação e a vontade demonstrada para empreender e investir em novas iniciativas de cariz económico no concelho e região” merecem o apreço da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que, em nota de imprensa, manifesta disponibilidade para continuar a apoiar os empresários e empreendedores que queiram investir no concelho.

LEIA TAMBÉM

AVMISP avisa, após reunião Marcelo Rebelo de Sousa, que falta de apoios pode levar empresas afectadas pelos incêndios a encerrar

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) lamentou hoje, na …

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …