O presidente da Câmara Municipal de Seia vai voltar a candidatar-se à Comissão Política Concelhia do Partido Socialista. Em entrevista ao jornal local Porta da Estrela, Eduardo Brito avança com o anúncio “em primeira mão” e não põe de lado a possibilidade de uma recandidatura à Câmara Municipal de Seia, onde ocupa o lugar de presidente pelo quarto mandato consecutivo.

Eduardo Brito candidata-se à Comissão Política do PS e não descarta recandidatura à Câmara de Seia

 

Imagem vazia padrão“E vou fazê-lo (candidatura à Comissão Política) por uma razão muito simples: o Partido Socialista é hoje um espaço de debate, aberto, livre, com pessoas, militantes e simpatizantes”, refere o presidente do município senense, constatando que “isto é um desafio e os partidos têm que mudar: ou se põem em sintonia com aquilo que são as reais preocupações dos cidadãos e os deixam falar ou então têm os dias contados”.

Considera “normal” o aparecimento de uma lista concorrente, por entender que “o PS só se enobrece, só se enriquece”. Constatando que a dinâmica actual do partido “não era assim há sete ou oito anos atrás”, Brito revela que o PS de Seia “cresceu novamente: era um partido de noventa e poucos militantes e está nos 250, muito próximo outra vez da Guarda”.

Quanto a uma possível recandidatura à liderança da autarquia, Eduardo Brito referiu ao Porta da Estrela que “esse é um assunto que só se decidirá lá para o final de 2008”. “Sem ser uma resposta já feita e sempre me dei bem com este método: vamos fazer o nosso trabalho bem, vamos tratar dos assuntos, cuidar das pessoas, estimulá-las, valorizá-las, apoiá-las e incentivá-las, pois na altura própria se verá. O PS está a atravessar por um processo eleitoral, isso é muito importante para definir estratégia”, considerou.

LEIA TAMBÉM

Ministro Pedro Marques garantiu em Nelas que a aposta em infra-estruturas de transporte passa pela ferrovia e IP3, ignorando IC6 e IC12

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, assegurou ontem em Canas de Senhorim, Nelas, …

José Carlos Alexandrino lança suspeitas sobre queijeiras de Seia nas descargas ilegais no rio Cobral

Como regresso da chuva, os habitantes que vivem próximo do rio Cobral temem que voltem …