Elevador da Biblioteca Municipal parado, autarquia recusa comentar

Elevador da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital fora de serviço, autarquia recusa-se a comentar

O elevador da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital tem estado nos últimos tempos desactivado. Os utentes, com quem o CBS falou, consideram que aquela interrupção é prejudicial, particularmente para quem tem algumas dificuldades de locomoção. O CBS tentou obter junto da autarquia uma explicação para este caso, mas a resposta ao email deste jornal, por parte do Gabinete de Comunicação, assinada por Henrique Barreto, foi lacónica: “O Município de Oliveira do Hospital entende não tecer qualquer comentário sobre o assunto em causa neste email”.

O jornal procurou, nesse contacto, respostas a perguntas simples como há quanto tempo está o elevador sem funcionar? Ou, quando pensam que o mesmo regresse ao seu normal estado de funcionamento? Qual a razão de não ter sido reparado há mais tempo? A autarquia, porém, entendeu que nada tinha a dizer sobre o assunto.

LEIA TAMBÉM

Sociedade Recreativa Penalvense recebe XV Encontro de Tunas

A Sociedade Recreativa Penalvense recebe, este domingo, o XV Encontro de Tunas, em Penalva de …

Oliveira do Hospital vai contar com sistema de optimização de deposição de resíduos

O concelho de Oliveira do Hospital é um dos 16 municípios do Planalto Beirão que …

  • Politicalex

    Estão a programar e a feira/festa do queijo.Não sobra tempo para assuntos “menores”…Estão a poupar para fazerem “a maior festa do queijo do País”. Cortam em tudo, aumentam os preços em tudo mas, em festas, isso, eu garanto que não há quem faça mais nem melhor..! Na proteção aos “nossos” também são muito jeitosos..! É “TUDO PELAS PESSOAS”, desde que seja para dificultar..!

  • Guerra Junqueiro

    “Informamos também que, a partir da presente data, o Município de Oliveira do Hospital só responderá a questões levantadas por esse jornal, desde que os autores das notícias estejam habilitados com o respetivo título profissional que lhes confere o direito ao exercício da profissão de jornalista.” – Ontem o Sr Henrique Barreto em nome da CMOH fez esta informação, hoje depois de ser questionado por um jornalista habilitado ao exercício da profissão, responde assim: “O Município de Oliveira do Hospital entende não tecer qualquer comentário sobre o assunto em causa”.

    Ao Sr António Lopes não respondem nem verbalmente nem por escrito, quer ele seja comentador quer seja vereador.
    Afinal, respondem a quem e como? Pelos vistos só respondem e mal, nos balcões da EXPOH quando estão bem aviados e mal humorados.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • António Lopes

    Ao Senhor António Lopes não respondem? Sim, sim. Então não respondem..? Vão responder…Quando pagarem do bolso por cada dia de atraso na resposta ,até contratam um estafeta dos CTT. A lei vai um pouco além dos Paços do Município..! E onde é que fica a transparência? E os direitos dos eleitos Municpais? Fizeram uma lei só para Oliveira do Hospital? Depois, não querem que eu diga:”Volta Mário Alves que estás perdoado”…No tempo dele, pelo menos aos requerimentos, respondiam-me.Alguém anda a fazer, do anterior presidente, um democrata …Em boa verdade, nunca desceu a este nível…

    • lm

      Pagar do bolso??? Aí é que reside o problema. É que se pagassem do bolso já tinham respondido há muito….

  • Sr. Viegas

    Prioridades! Um elevador (que possibilita o acesso a pessoas portadoras de deficiência à biblioteca) deixa de ser prioritário, a prioridade é alcatroar estradas onde os amigos vão à ceia…Já agora, e porque estamos a chegar ao Natal, adquiram também geradores em nome do município, não vá faltar a luz por Alvôco…