Emanuel atraiu enchente nunca vista na EXPOH

 

Emanuel lidera o ranking de artistas que mais público atraíram ao Parque do Mandanelho no âmbito da EXPOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital que, este ano, se realiza no concelho pela segunda vez consecutiva.

Responsável pela abertura do cartaz cultural, Emanuel subiu ao palco do Mandanelho no último sábado, 16 de julho.

E, a assistir ao espetáculo esteve uma verdadeira enchente que só arredou pé, quando o artista deu a atuação por terminada e se disponibilizou para um momento de autógrafos e fotografias com os fãs.

Apresentando em palco o seu mais recente trabalho, “O Ritmo do Amor (Kuduro)”,  que faz do artista – como o próprio referiu – “o Emanuel do século XXI”, o conhecido cantor de música pimba também se socorreu dos seus habituais temas e, facilmente estabeleceu uma natural empatia com o público.

A animação foi uma constante e os aplausos foram dobrados quando ao palco o artista chamou um grupo de utentes da Arcial, junto dos quais interpretou um dos seus êxitos, “Felicidade”.

A olho nu, facilmente se constatava a boa adesão do público ao primeiro espetáculo do certame, que acabou por ser confirmada ao correiodabeiraserra.com com informação relativa aos números de bilheteira.

De acordo com a organização, na primeira noite, a EXPOH foi visitada por cerca de seis mil pessoas, número que, até agora, é o mais elevado em termos de espetáculos realizados no âmbito da EXPOH.

Bem mais reduzida foi, ontem, a afluência de público ao espetáculo dos Golpes. O grupo nacional que este ano popularizou o tema “Vá lá Senhora” contou com algum público jovem, mas segundo a organização, nem chegou a atrair duas mil pessoas.

Com entradas gratuitas, esta noite, sobe ao palco do Mandanelho o grupo Brandos Costumes/ MuskFolk, cuja atuação é antecipada pela entrega de diplomas do Centro Novas Oportunidades da Escola Secundária de Oliveira do Hospital. Amanhã, a Gala Social e o concurso Soltem Talentos tomam conta do espaço.

Os grandes espetáculos estão de volta a partir de quarta-feira, 20 de julho, com Pólen e, Gabriell, no dia seguinte.

Com o artista internacional Lloyd Cole reservado para domingo, a organização centra grandes expetativas na atuação do grupo local Alta Frequência, que pelas suas caraterísticas tem associada a particularidade de atrair muito público. O espetáculo está marcado para sexta-feira, 22 de julho.

Pensado para satisfazer todos os gostos, o cartaz reserva ainda para sábado, dia 23, a participação de Cuca Roseta.

Responsável pela organização do certame que, em 2010, teve a sua primeira edição, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital colocou, este ano, a fasquia nos 30 mil visitantes. O objetivo, garante o presidente José Carlos Alexandrino, é de que o certame atinja “o reconhecimento nacional” e se assemelhe à Expofacic, de Cantanhede.

LEIA TAMBÉM

Oliveira do Hospital fora dos estágios do PEPAL para as regiões afectadas pelos incêndios

O Governo anunciou ontem a abertura, na próxima segunda-feira, das candidaturas para estágios na administração …

MP arquiva queixa da BLC3 contra CBS e PJ continua a investigar participação criminal de António Lopes contra aquela associação

O Ministério Público (MP) determinou o arquivamento (despacho de arquivamento na integra) da queixa apresentada …