Empreender + volta a premiar ideias de negócio em Oliveira do Hospital

 

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital relançou o concurso de ideias de negócio – “Empreender +”. Em causa está uma iniciativa que visa estimular a criação de projetos e ideias de negócio, que possam vir a ser implementados em Oliveira do Hospital.

Tendo associado um prémio global de 32. 500 Euros – 15 mil Euros, 10 mil euros e 7.500 Euros para os três primeiros classificados, respetivamente – o concurso obriga, entre, outros aspetos, a que os empreendedores premiados mantenham atividade no concelho, no período mínimo de cinco anos, sob pena de devolução do prémio. Esta obrigatoriedade resulta da alteração a que foi sujeito o regulamento elaborado pelo anterior executivo municipal, pelo facto de apenas uma das três ideias premiada,s em anos anteriores, se manter em atividade no concelho.

O “Empreender +” destina-se a todos os empreendedores que pretendam dinamizar ideias de negócio e é também direcionado a alunos da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH).

Para além do valor monetário, os três premiados têm também garantido o acesso imediato à incubadora de empresas, localizada na Zona Industrial de Oliveira do Hospital.

Com inscrições abertas no período entre 1 de maio e 15 de setembro, o concurso municipal de ideias, ainda que esteja recetivo a projetos de natureza variada, vai privilegiar os que estejam ligados ao setor primário, energias renováveis e turismo. Na hora da decidir, o júri composto por 11 entidades, entre as quais a Plataforma para o Desenvolvimento da Região Interior e o Instituto Pedro Nunes, terá em conta critérios como inovação, probabilidade de sucesso, qualidade do plano de negócios e mais valia ambiental.

O “Empreender +” foi relançado no último sábado, no âmbito da iniciativa Competências para o Desenvolvimento que decorreu em Oliveira do Hospital entre 4 e 16 de abril.

“Queremos fazer com que esta semente lançada em 15 dias possa dar frutos”, frisou na ocasião o vice-presidente da Câmara Municipal, José Francisco Rolo, destacando a preocupação da autarquia em trazer “massa crítica, inteligência e criatividade “ a Oliveira do Hospital.

O presidente da Câmara Municipal realçou a pertinência do concurso numa altura em que a autarquia “anda à procura de novas ideias para desenvolver o concelho”. José Carlos Alexandrino explicou que o município não está alheado da situação que se vive a nível nacional e precisa de estar preparado para as mudanças. Defensor de “ideias diferenciadoras”, José Carlos Alexandrino destacou o empenho do município em “trazer empresários” para Oliveira do Hospital.

Enquanto parceiro no projeto, o presidente da ESTGOH apreciou a iniciativa e deu conta do interesse, já manifestado por alunos da escola, de participação no “Empreender +”. “A Câmara Municipal está a dar um estímulo e a desempenhar um papel facilitador”, considerou Jorge Almeida, referindo que também a escola está a contribuir para o desenvolvimento da região, fazendo com que “alunos e professores se fixem e tenham condições ideais para continuar o seu percurso”.

Em representação do Núcleo de Desenvolvimento Empresarial do Interior e Beiras, Telmo Miranda sublinhou a disponibilidade da estrutura dirigida por Fernando Tavares Pereira para colaborar em projetos desta natureza. Apologista de “mais iniciativa privada e menos Estado”, Miranda lamentou a existência de “alguma desmotivação e desânimo”, e apelou à aposta na agricultura que é “uma riqueza que se desaproveitou no país”.

LEIA TAMBÉM

Primeiro-ministro vê nas biorefinarias uma “oportunidade” para aproveitar a floresta e elogia trabalho desenvolvido na BLC3

O primeiro-ministro destacou ontem na inauguração do Campus de Tecnologia e Inovação BLC3, em Oliveira do …

António Costa remete construção do IC6 para “quando haja condições financeiras”

O primeiro-ministro não se compromete com uma data para a construção do IC6 entre Tábua …