Empresário da Davion promete continuar a lutar pela manutenção de 240 postos de trabalho

Numa cerimónia participada por cerca de 150 pessoas, o administrador da Davion, desde 1993, foi alvo de vários elogios. “Do ponto de vista social é uma pessoa incomparável”, referiu o presidente da direção do Futebol Clube de Oliveira do Hospital, Rui Monteiro, que é o sucessor de Brito na liderança do clube.

Para o também empresário de confeções, Carlos Andrade, Mário Brito, de 40 anos, “tem sabido dignificar não só o empresário, como também o empreendedor e o homem que gosta de arriscar”.

Também presente na cerimónia promovida ao profissional pelo clube agora dirigido por o rotário José Carlos Álvaro, o presidente da câmara, que já foi treinador de Brito no FC de Oliveira do Hospital, definiu o homenageado como “o homem dos três H”. “É um homem com ‘H’ de humildade; um ‘H’ de humanidade e, um dos ‘H’ mais importantes é o H da honestidade”, disse José Carlos Alexandrino, sublinhando que em termos de honestidade o agora homem forte da Davion ”é irrepreensível”.

Frisando que tinha acabado de participar num programa da TVI 24 onde apelidara os empresários oliveirenses como “empresários-heróis”, Alexandrino disse que “são pessoas que não se deixam derrotar”, e enalteceu o facto de Brito ser um empresário “mais preocupado com os seus empregados e as suas famílias” do que consigo próprio.

No uso da palavra, o homenageado, que preferiu apelidar a homenagem “como um encontro de amigos e de pessoas conhecidas”, prometeu estar à altura dos tempos difíceis que se adivinham, numa empresa que – conforme o próprio referiu – não é só responsável por 240 trabalhadores mas também por 240 famílias. “Tudo farei para que a empresa continue a laborar. Tenho pena de não conseguir dar melhores salários às pessoas que lá trabalham”, disse.

LEIA TAMBÉM

AVMISP avisa, após reunião Marcelo Rebelo de Sousa, que falta de apoios pode levar empresas afectadas pelos incêndios a encerrar

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) lamentou hoje, na …

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …