Empresas de Oliveira do Hospital marcam pontos entre as “maiores” do distrito

A empresa Davion é, pelo segundo ano consecutivo, a empresa do concelho de Oliveira do Hospital melhor situada no ranking das “1000 maiores empresas do distrito”. A indústria de confeções ocupa o 28º lugar, fazendo-se acompanhar da Indubeira (38º) no grupo das 50 maiores empresas do distrito.

Volta a ser dupla a representação do concelho de Oliveira do Hospital entre as 50 maiores empresas do distrito de Coimbra. Uma realidade plasmada no ranking das “1000 maiores empresas do distrito” publicado hoje pelo Diário de Coimbra e que chega, até a dar conta de uma melhoria da performance conseguida pelas empresas Davion – Indústria de Confeções e Indubeira – Indústria Alimentar. Os dados que reportam ao comportamento das empresas do distrito, no ano de 2012, voltam a colocar a Davion num patamar de referência, tendo passado da 48ª posição para o 28º lugar com um volume de faturação que passou dos 21 milhões para os 28 milhões de Euros.

A revelar-se líder no que ao concelho de Oliveira do Hospital diz respeito, a Davion faz-se acompanhar pela empresa Indubeira – Indústria Alimentar que saltou do 45º lugar para a 38ª posição com um volume de negócios de mais de 22 milhões de Euros e que traduz um aumento na ordem dos cinco milhões.

Ambas as empresas integram o grupo das dez melhores do distrito no respetivo setor de atividade. A Davion é a 9ª maior num grupo industrial liderado pela Soporcel que é também a maior das 1000 empresas do distrito. Já a Indubeira é a 7ª no grupo das 10 maiores empresas de comércio e indústria alimentar liderado pela Lusiaves que é 5ª no ranking das 1000 maiores empresas.

Digna de registo é também a presença da Quinta de Jugais – Comércio de Produtos Alimentares no grupo das 10 maiores empresas de comércio a retalho, situando-se no 4º lugar com um volume de negócios que ultrapassa os 12 milhões de Euros. No ranking das 1000 maiores, a empresa surge na 77ª posição, dando conta de uma subida de 29 lugares e um aumento na faturação na ordem dos três milhões.

A boa performance das empresas concelhias é igualmente visível no setor da construção civil, com a empresa Joaquim Fernandes Marques  & Filho a ser a 8ª maior no grupo liderado pela empresa Manuel Rodrigues Gouveia – Engenharia e Construção. A empresa passou da 135ª posição (2011) para o 107º lugar, registando um aumento do volume de faturação de cerca de dois milhões de Euros, terminando o ano com cerca de 9 milhões faturados.

Entre o grupo das 100 maiores empresas destaque para a empresa AMOL – Armazéns de Mercearia Oliveirense, conhecida por IG Supermercados. A empresa passou da 97ª posição (2011) para o 87º lugar e com o respetivo aumento do volume de faturação que se situa em 11 milhões de Euros.

Na posição 110ª , com um resultado líquido negativo de cerca de 300 mil Euros, surge a empresa Ecociclo – Energia e Ambiente(desceu nove lugares) e no lugar 112º situa-se o Matadouro Regional da Beira Serra (subiu 12 posições). A Empresa de confeções Silva & Irmãos ocupa o 133º lugar no ranking (desceu 2 lugares) com um ligeiro aumento do volume de negócios – sete milhões de Euros – mas que se revelou insuficiente para inverter o resultado negativo que, ainda assim, passou de 208 mil Euros para cerca de 176 mil Euros.
No total do ranking das 1000 maiores empresas do distrito de Coimbra, o concelho oliveirense faz-se representar por 66 empresas, mais duas do que no ano anterior.

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …