Empresas: Supermercados IG contornam a crise e preparam mudança para novo espaço

 

… no meio da próxima semana, representa um investimento de cerca de três milhões de Euros e capacidade que uma empresa de base familiar tem para dar a volta à crise.

Oliveira do Hospital aguarda, por esta altura, pela abertura do novo espaço dos Supermercados Irmãos Gonçalves (IG). A nova estrutura localizada próximo do centro da cidade, junto à urbanização Chão do Prado traduz aquele que é encarado como um dos maiores investimentos privados feitos na última década no concelho de Oliveira do Hospital.

Em causa estão três milhões de Euros estrategicamente aplicados no sentido de melhorar o negócio de base familiar que deu os primeiros passos, quando corria o ano de 1989 e que, desde então, tem sabido acompanhar a evolução dos tempos. Um motivo considerado mais do que suficiente para a empresa dirigida por Rui e Carlos Gonçalves “dar o salto” e, assim melhorar serviços que se encontravam “ atrofiados”.

“Tinha que ser agora”, sublinha o principal rosto dos Supermercados IG que, num olhar pelo caminho trilhado, entende ser o momento de aumentar os serviços e de dar outra dignidade a outros já existentes. Para além de quase multiplicar o espaço de supermercado – passa de 904 metros quadrados de área de venda para 1500 metros quadrados – implantado numa área total de três mil metros quadrados, com lugar de estacionamento para 148 viaturas, a nova estrutura vai dispor de uma ampla zona de bar e restauração (60 metros quadrados) e beneficiar de serviço de Take Away.

Primando pela ampliação das zonas de talho e charcutaria – muito procuradas pelos clientes – os Supermercados vão também melhorar o serviço de Peixaria que constituía uma verdadeira lacuna no atual espaço que mantém alugado desde o início do milénio no centro da cidade.

Figurando como o quarto espaço dos Supermercados dos IG – “começámos numa loja com cerca de 100 metros quadrados, estivemos noutra com cerca de 300, até que alugámos o espaço do antigo Monteverde, onde estamos”, contou Rui Gonçalves – a nova plataforma comercial vai também primar por um melhor serviço no domínio da venda de eletrodomésticos, área em que os Supermercados têm vindo a trabalhar nos últimos anos.

Aumentando o número de caixas de seis para oito, os Supermercados IG preparam-se também para alargar o número de postos de trabalho. “Devemos admitir entre 10 a 12 pessoas”, refere Rui Gonçalves, contando que, presentemente, os supermercados asseguram 51 postos de trabalho diretos e cerca de duas dezenas indiretos por via da concessão das áreas de talho e frutaria.

No novo espaço que dá cartas no que a equipamentos de refrigeração diz respeito e que representam um, investimento na ordem de meio milhar de Euros, vão também abrir três lojas, em modelo de arrendamento, que vão dar lugar a uma florista, parafarmácia e loja de telemóveis.

Uma realidade à medida daquilo que é o projeto dos Supermercados IG que no ano 2011 registou um volume de negócios na ordem dos 11 milhões de Euros e que, por esta altura, conta com cerca de 12 mil referências de produtos comercializáveis.

Tal resulta de uma “dedicação total” ao negócio e, refere Rui Gonçalves – “uma pontinha de sorte”. “Olho para o negócio”, acrescenta o empresário que dá conta da preocupação que o projeto IG tem tido em dar resposta às necessidades das pessoas que, em situação de crise, procuram qualidade ao melhor preço. Para tal, revela, é fundamental a parceria com a marca Auchan, entendida como “uma aposta ganha”.

No mesmo espaço, em frente aos Bombeiros Voluntários da cidade, mantém-se o posto de combustíveis IG. Prevista está porém uma ampliação do espaço, com vista à criação de uma segunda ilha de abastecimento.

LEIA TAMBÉM

AVMISP avisa, após reunião Marcelo Rebelo de Sousa, que falta de apoios pode levar empresas afectadas pelos incêndios a encerrar

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) lamentou hoje, na …

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o turismo no Centro de Portugal

O ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro …