Entrega de cinco novos quartos manteve Convento do Desagravo nas Pousadas de Portugal

Está resolvida a divergência que tinha levado o Grupo Pestana a anunciar a entrega da exploração do Convento do Desagravo, a partir de 5 de Fevereiro, à Empresa Hoteleira do Desagravo da Fundação Bissaya Barreto.

A garantia foi dada por Alfredo Lourenço do Sindicato de Hotelaria do Centro que, ao correiodabeiraserra.com explicou que a solução do problema passou pela entrega das chaves de um espaço contíguo ao Convento dotado de cinco novos quartos ao Grupo Pestana.

“Percebemos o que se passava junto do Grupo Pestana e apresentámos o problema à Empresa Hoteleira do Desagravo que, na segunda-feira, procedeu à entrega das chaves”, contou Alfredo Lourenço, sublinhando que “deixou de haver motivo para ruptura” porque “as duas partes acabaram por se entender”.

Alfredo Lourenço esteve reunido, na semana passada, com os 17 trabalhadores da Pousada do Convento do Desagravo que, à data, temiam o pior desfecho para a unidade hoteleira. “Receavam que a Pousada encerrasse e que eles fossem para o desemprego”, contou.

Na base da resistência da entrega das chaves ao Grupo Pestana terão estado algumas dificuldades no processo de licenciamento do novo espaço. “Não cheguei a falar com a Câmara porque não houve necessidade, mas a Câmara ajudou a desbloquear a situação e está resolvido o impasse”, referiu Alfredo Lourenço.

LEIA TAMBÉM

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …

LMAN promove “peregrinação” ao Santuário de Nossa senhora das Preces em Vale de Maceira

A Liga de Melhoramentos Desporto e Cultura de Aldeia de Nogueira (LMAN) vai realizar no …