EPTOLIVA premiou alunos em dia de abertura de novo ano letivo

A recepção aos novos alunos e, a entrega de diplomas e prémios de mérito escolar a alunos finalistas marcou o arranque do novo ano letivo da Eptoliva.

Numa sessão realizada dia 9 de setembro, no auditório da Casa da Cultura César Oliveira, e partcipada pelo presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, presidente da ADEPTOLIVA, Artur Abreu, diretor executivo da EPTOLIVA, Rogério Prazeres, diretor pedagógico, Ricardo Cruz e da coordenadora do Pólo de Tábua, Maria José Falcão de Brito, foi evidenciado o “papel fundamental da escola no desenvolvimento pessoal e profissional da respetiva comunidade”.

Do conjunto de intervenções resultou ainda um olhar otimista e de confiança relativamente ao futuro da escola, bem como votos de um bom ano letivo e felicitações aos alunos premiados pelos sucessos e conquistas alcançados ao longo da sua formação.

Tomando por base uma cultura de valorização curricular, a Eptoliva distinguiu os alunos Francisco Pereira, do Curso Profissional de Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos (1º ano), Patrícia Tavares, do Curso Profissional de Técnico de Multimédia (2º ano) e Solange Afonso, do Curso Profissional de Técnico de Contabilidade (3º ano), pelos bons resultados escolares, salientando-se ainda o aluno Horácio Fernandes, do Curso Profissional de Técnico de Informática de Gestão, pela melhor Prova de Aptidão Profissional, com o tema “PreDat-Gest”.

No final da sessão foram também entregues, pela vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, Graça Silva, os vouchers do programa EPTOEUROPA – Programa Leonardo da Vinci, relativos aos estágios profissionais no estrangeiro, nomeadamente em Itália (Pádua) e em Espanha (Sevilha), aos alunos Horácio Fernandes, do Curso Profissional de Técnico de Informática de Gestão, Maria Elisa Fernandes, do Curso Profissional de Técnico de Organização de Eventos, Sónia Pereira, do Curso Profissional de Técnico de Contabilidade e Luís Rodrigues, do Curso Profissional de Técnico de Eletrónica e Telecomunicações.

Aos alunos vai, assim, ser dada a oportunidade de usufruirem de uma experiência enriquecedora, onde as competências técnicas e interpessoais serão desenvolvidas e reforçadas num processo acompanhado pela descoberta de uma sociedade com referências sociais, culturais e empresariais diferentes.

LEIA TAMBÉM

Jovens cientistas da EPTOLIVA de Tábua desenvolvem Compósito Antisséptico e conquistam segundo lugar na XI Mostra Nacional de Ciência

Jovens estudantes da Eptoliva, na Tábua, no distrito de Coimbra, desenvolveram uma solução desinfectante a …

A escola ou a escolinha (?). Autor: António Ferro.

Durante várias décadas, fui assistindo às mudanças (algumas drásticas e escusadas) no sistema de ensino …