“Equipas top” do basquetebol disputam Taça Hugo dos Santos em Oliveira do Hospital

… vão disputar a Taça com que a FPB presta homenagem ao oliveirense Hugo dos Santos.

As estrelas do basquetebol nacional vão brilhar, nos próximos dias 26 e 27 de janeiro, em Oliveira do Hospital. Destinada às quatro equipas que melhores resultados alcançaram na primeira volta da Liga Portuguesa de Basquetebol – Benfica, Académica, Ovarense e CAB Madeira,  a Taça Hugo dos Santos realiza-se, este ano, no concelho de Oliveira do Hospital. Um evento de grande importância desportiva que tem garantida a transmissão televisiva, via Sport TV, do primeiro jogo (dia 26, às 15h00) e da final (dia 27, às 15h35), e que a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital não hesitou em acolher.

“É uma honra e um orgulho”, afirmou ontem o presidente da autarquia oliveirense que, vê na Taça Hugo dos Santos a possibilidade de homenagear o general oliveirense que presidiu à Federação Portuguesa de Basquetebol e de, ao mesmo tempo, “dar vida à cidade”. Do mesmo, José Carlos Alexandrino regista a mais valia da transmissão televisiva dos jogos numa altura em que o município prepara aquele que é o principal evento do concelho oliveirense, a Feira do Queijo. “Vamos, estrategicamente, colocar publicidade da feira do queijo”, referiu o presidente, considerando como bem empregue o apoio da autarquia na organização deste evento desportivo com que conta encher o Pavilhão Municipal.

Na competição que junta as quatro “equipas top” da Liga Portuguesa de Basquetebol – SLB x Ovarense e Académica x CAB Madeira – o Sampaense Basket fica de fora. “Tenho pena de que o Sampaense não esteja nesta Taça”, lamentou José Carlos Alexandrino, apreciando todo o percurso que, desde há 20 anos, tem sido trilhado pelo Sampaense que também está a fazer um “trabalho de qualidade” na área da formação.

Presidente do Sampaense Basket durante vários anos, o agora vice-presidente da FPB apreciou o bom acolhimento do município a uma prova “que é de extrema relevância para Oliveira do Hospital”. “Em boa hora contactámos a autarquia”, registou Vítor Duarte, satisfeito por o município ter acedido a prestar homenagem a Hugo dos Santos “que deu muito ao basquetebol”.

A menos de uma semana para realização da prova, Duarte fala de uma “casamento de duas vontades” entre a autarquia e a FPB, sem deixar também de destacar um dos motivos maiores para a realização da prova no concelho, e que reside no facto de continuar a existir basquetebol em Oliveira do Hospital.

“Presto homenagem ao Sampaense por ter contribuído para que a modalidade não morra neste interior”, afirmou o responsável da FPB, satisfeito por o basquetebol estar “aqui implantado de forma segura”, sendo “o único clube de Portugal mais distante do litoral”. Razões consideradas por Vítor Duarte mais do que suficientes para que “o evento seja um êxito” e, referiu, se possa vir a realizar em próximos anos no concelho oliveirense.

Apesar de afastado da competição, o Sampaense não deixará de marcar presença no evento, assumindo um papel de apoio à organização e até de captação de novos jovens interessados na modalidade. O objetivo, explicou o presidente do Sampaense Sasket, é o de “tentar captar jovens para as nossas equipas para que daqui a uns anos possamos ter locais que nos garantam uma subsistência mais sustentada”, referiu Pedro Veloso, explicando que na manhã de sábado, entre as 10h00 e as 11h30, terá lugar um convívio de Minibasquete, aberto a jovens entre os 6 e os 10 anos de idade e que vai contar com a presença dos atletas da equipa sénior do Sampaense.

Uma ação a pensar no futuro da modalidade, que Pedro Veloso admite passa por momentos difíceis. “O apoio da Câmara Municipal é o argumento para manter o clube”, referiu o responsável, deixando claro que se se não fosse o apoio da autarquia, o Sampaense não tinha condições para fazer face às “exigências muito elevadas” que se impõem a um clube profissional, porque o apoio conseguido junto das empresas “não é suficiente”.

O apoio à organização do evento foi também reiterado pelo presidente da direção da Sociedade Recreativa Lealdade Sampaense que disse ter recebido “com agrado” a notícia da realização da Taça Hugo dos Santos. “É pena que o Sampaense não participe, mas terão sempre o apoio possível para estas iniciativas”, disse José Francisco Veloso.

Diretor executivo da FPB, José Pinto Alberto disse acreditar no “êxito” da prova do próximo fim de semana. “É um êxito em qualquer autarquia onde se disputa e aqui também será”, referiu o responsável que também não perdeu a oportunidade para elogiar o caminho seguido pelo Sampaense. “Quando nasceu não se pensou atingir o historial de provas ganhas e de se manter no topo do basquetebol nacional, e estamos certos de que assim irá continuar”, frisou.

LEIA TAMBÉM

O Bava da Bola

Um tal Bava, Zeinal de primeiro nome, foi presidente executivo durante anos da PT. Em …

Aquela máquina…

Dois golos de Cristiano Ronaldo e um de André Silva asseguraram a vitória de Portugal …