Esquece-se o essencial em favor do acessório! Será inocentemente? Autor: António Lopes

E, de repente, o problema deixa de ser a tragédia dos incêndios, nas suas diversas vertentes. Vidas humanas perdidas. Muitas vidas destruídas pela perda dos familiares, muitas. Património. Ambiente. Tudo. Fauna e flora desaparecem em centenas de quilómetros quadrados. À boa maneira Portuguesa discute-se a oportunidade e a forma da intervenção dos políticos, a forma como se fazem as reportagens. Enfim. Esquece-se o essencial em favor do acessório! Será inocentemente?

Fotografias de Bombeiros que, exaustos, dormem no chão correm Mundo.

Soluções para os problemas discutem-se há dezenas de anos.

A minha sugestão é:

Quanto custa e quanto demora montar camaratas em quartéis, pavilhões, onde seja, para os bombeiros descansarem e se recuperarem? Para festas, vejo mais logística e fazem-nas…

Quanto se ganharia com a planificação e gestão da floresta?
Quanto custam em pagamento da Taxa de CO2, lá do acordo de Quioto, os incêndios florestais?
Quantos milhões se gastam anualmente no combate a incêndios?

Para dizer: não seria mais útil e rentável os políticos, enquanto se acotovelam para aparecer na imagem e verem quem nos engana mais e melhor, planearem e decidirem, nos seus gabinetes, como evitar estes flagelos?

O saudoso comandante Medeiros Ferreira ensinava-me: ” A melhor forma de limpar, é não sujar”!

Confesso que me custa compreender este “crime” da (não) gestão da floresta. Não será melhor prevenir que remediar?

Quanto à tragédia, penso que era evitável se o que devia estar feito, estivesse feito. O Verão começa hoje e já estamos assim.

Deus sabe o que vai acontecer até final de Setembro.

O que espero mesmo, nessa estou de acordo com a ministra para quem “agora é tempo de combater”, é o que se vai decidir e fazer a partir de Setembro.

Seria bom que, para o ano, não tivesse que haver tanta critica e lamentação. E que dentro de alguns, poucos, que isto não se resolve da noite para o dia, houvesse uma política florestal nas suas diversas vertentes e no caso a preventiva, o que implica todas as outras.

Entretanto a minha solidariedade e condolências a todos os afectados.

António LopesAutor: António Lopes

 

 

 

 

Foto: Expresso

LEIA TAMBÉM

Em Vila Franca da Beira houve manipulação pré-eleitoralista, por parte dos candidatos PS, de iniciativa da Câmara que até merecia ter sido mais “limpa”!… Autor: João Dinis, Jano

Em período de pré-campanha eleitoral – que as Eleições Autárquicas vão ser já a 1 …

Batalha de Aljubarrota – A Real Batalha – 14 de Agosto de 1385 – Faz 632 Anos. Autor: João Dinis, Jano

Viva Portugal !  Livre, Soberano e Independente !!!  Viva ! Sim, a 14 de Agosto …

  • Xela

    Políticas há muitas, até as florestais. E floresta? Há?
    Acabar com os eucaliptos e outras pragas já.
    Vamos ver se têm coragem.