ESTGOH dá “boas vindas” aos caloiros

Teve ontem início, em Oliveira do Hospital, a receção aos novos estudantes da ESTGOH. A tradicional latada acontece amanhã à tarde.

O mega jantar e a atuação das tunas feminina e masculina da Escola Superior e Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH), da Tu Na D’estes e do DJ Luís Pereira, com direito a arraial da cerveja, marcaram ontem o arranque da receção caloiro da escola oliveirense que decorre até amanhã, dia 9 de novembro, no armazém das bombas da BP.

Stormbringer, É Nóis e Garotas de Ipanema são esperados na noite desta sexta-feira que arranca com uma aula de Zumba. Para amanhã, o cartaz reserva Ruizinho de Penacova, terminando a noite com a presença de Djs.

Pela primeira vez, a tradicional latada acontece na tarde deste sábado, a partir das 15h00 devendo os novos alunos percorrer as principais ruas da cidade respeitando as ordens dos doutores. O momento será precedido pela deposição das insígnias. Às 17h00, terá lugar o batismo dos caloiros no jardim junto à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital.

“Queremos dar continuidade à tradição académica de Oliveira do Hospital”, afirmou ao correiodabeiraserra.com o presidente da Associação de Estudantes da ESTGOH que, à semelhança do que acontece com a semana académica, pretende que também a receção ao caloiro seja um momento de afirmação da escola junto da comunidade. Por isso, explica Luís Pereira, foi preparado um programa direcionado essencialmente para a comunidade estudantil do concelho e da região, mas também pensado para agradar à população em geral, com a presença de Ruizinho de Penacova na noite de sábado.

A novidade recai sobretudo na realização da tradicional latada na tarde de sábado, que Luís Pereira justifica com a preocupação tida pela Associação de Estudantes em “facilitar a presença dos pais na vida académica dos filhos”.

Atendendo à reduzida colocação de alunos nos cursos da ESTGOH ( 36) no concurso nacional de acesso ao ensino superior, prevê-se que esta seja a receção ao caloiro com o menor número de novos estudantes. Uma realidade que não faz esmorecer o dirigente associativo que faz notar que o ambiente que se vive no seio da ESTGOH é de “união”. “Somos um grupo muito unido e dentro das debilidades que possam existir o espírito é de verdadeira união”, afirmou a este diário digital.

Na organização da receção ao caloiro da ESTGOH, a Associação de Estudantes conta com os apoios do IPC, ESTGOH, IPDJ, Câmara Municipal e União de Freguesias de Oliveira do Hospital e S. Paio de Gramaços.

LEIA TAMBÉM

Traficantes de droga detidos na Guarda

O Núcleo de Investigação Criminal da GNR Guarda deteve na terça-feira três homens, de 20, …

Subida de temperatura e risco elevado de incêndios no interior nos próximos dias

Temperaturas vão disparar, trazer noites tropicais e DGS está preocupada com efeitos na saúde

Uma massa de ar quente está a chegar a Portugal. No fim-de-semana as temperaturas vão disparar e podem aproximar-se dos …