ESTGOH saiu à rua em cortejo académico

O anúncio de que a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH) vai perder duas das atuais cinco licenciaturas passou, hoje, ao lado da festa dos estudantes.

O cortejo académico saiu à rua e nada azedou a boa disposição dos finalistas e restantes alunos que encheram de vida as principais ruas da cidade de Oliveira do Hospital.

Com as latas de cerveja a servirem de principal companhia dos estudantes, quer para dar de beber à sede, quer para dar banho aos trajados, familiares e população em geral, os estudantes da ESTGOH cumpriram aquele que é entendido como o ritual mais aguardado da vida académica.

Ainda que reproduzido à escala local e envolvendo por isso um menor número de carros, o desfile foi prova do espírito académico que reina na cidade e que não está alheio ao que se passa no país.

A “geração à rasca” não faltou à festa dos estudantes, onde também foi vísivel a mensagem – numa alusão a José Sócrates – de que “é com engenheiros assim, que o país anda de pernas para o ar”.

Pese embora a alegria decorrente da festa que contagiou a cidade, aos alunos finalistas não era fácil desviar as atenções da crise económica que assola o país. Encontrar um emprego é a grande prioridade. “Mesmo que não seja na área, o que importa é arranjar trabalho”, iam dizendo.

LEIA TAMBÉM

Jovens cientistas da EPTOLIVA de Tábua desenvolvem Compósito Antisséptico e conquistam segundo lugar na XI Mostra Nacional de Ciência

Jovens estudantes da Eptoliva, na Tábua, no distrito de Coimbra, desenvolveram uma solução desinfectante a …

A escola ou a escolinha (?). Autor: António Ferro.

Durante várias décadas, fui assistindo às mudanças (algumas drásticas e escusadas) no sistema de ensino …