ESTGOH viu aprovada nova licenciatura

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior deferiu o pedido de autorização de funcionamento da licenciatura proposta pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH).

A informação foi confirmada ao correiodabeiraserra.com pelo director daquele estabelecimento de ensino superior afecto ao Instituto Politécnico de Coimbra que, em nota de imprensa, sublinha que se trata de uma formação inovadora em Portugal.

Estruturada em seis semestres, a nova licenciatura visa formar recursos humanos altamente qualificados, direccionados para o desempenho de actividades técnicas e de coordenação nas áreas funcionais de projecto, concepção e implementação de sistemas integrados em Qualidade, Ambiente e Segurança. Pretende ainda formar profissionais capazes de gerir, dinamizar e promover a melhoria contínua dos sistemas da Qualidade, Ambiente e Segurança de uma organização. Tem como objectivo adequar os mesmos sistemas aos requisitos dos clientes e outras partes interessadas e, de manter a sua adequabilidade e actualização face aos referenciais normativos aplicáveis, nomeadamente, ISO9001, ISO14001, ISO22000, ISO17025, ISO19000, OHSAS18001, SA8000 e EMASII.

Dos objectivos do novo curso fazem também parte a formação cultural, científica e técnica dos formandos e, a preparação do futuro licenciado para desempenhar cargos e funções enquanto profissional liberal, quadro técnico em organizações públicas ou privadas, profissional de ensino e de investigação aplicada, docente e investigador nas áreas técnicas e científicas ligadas à Qualidade, Ambiente e Segurança no trabalho.

Insere-se ainda no campo dos objectivos, a formação de alunos com competências profissionais para o exercício funções de Técnico Superior de Higiene e Segurança.

A frequência do curso agora aprovado permitirá ao licenciado uma carreira na área de: Técnico Superior nas áreas da Qualidade e do Ambiente; Técnico Superior de Higiene e Segurança no Trabalho; Consultor nas áreas da Qualidade, do Ambiente e da Segurança; Auditor de sistemas certificados em Qualidade, Ambiente e Segurança; Gestor da Qualidade e Director da Qualidade.

Na nota enviada a este diário digital, a aprovação da nova licenciatura é entendida como “um elemento fundamental no alargamento e diversificação da oferta formativa da ESTGOH, permitindo dar resposta a uma lacuna de profissionais altamente qualificados existente no tecido empresarial regional e nacional”.

Sublinhe-se que a dificuldade encontrada no momento da aprovação de cursos propostos pela ESTGOH, foi um dos assuntos que dominou a visita que o cabeça de lista do PS ao Parlamento Europeu efectuou às instalações daquela escola, com o ex eurodeputado António Campos a denunciar a “má vontade de Lisboa” em relação à ESTGOH.

LEIA TAMBÉM

Os pais da exclusão… Autor: Renato Nunes

Biblioteca Nacional de Lisboa, 29 de Setembro de 2017. Depois de mais um dia de …

Coligação liderada pelo CDS preocupada com empreitada da retirada do amianto das escolas de Oliveira do Hospital

A Coligação Construir o Futuro (CDS-PP / MPT / PPM) está “preocupada e apreensiva” com …