Estrada da Beira virou “tormento” para os condutores

 

… a enveredar por manobras perigosas na via que, nos últimos meses, tem assistido ao aumento significativo do tráfego automóvel e pesado.

O caso já não é novo, mas ganhou contornos mais graves com as fortes chuvas dos últimos dias. Os buracos multiplicam-se e são cada vez maiores e mais profundos, levando a que os condutores assíduos àquela via se vejam tentados a fazer desvios, ocupando muitas das vezes a faixa contrária, constituindo por isso situações de perigo.

Para os que desconhecem o estado da via, o brinde acaba por ser a passagem cheio sobre as sucessivas crateras com os respetivos estragos nos veículos.

Em causa está a principal via que atravessa o concelho de Oliveira do Hospital que nos últimos meses se tem revelado uma estrada apetecida por muitos condutores como forma de evitar o pagamento de portagens na A25. De tal facto decorre também o aumento de tráfego pesado na Estrada da Beira que, juntamente com o mau tempo, muito tem contribuído para a degradação da via.

As queixas ao mau estado da via são unânimes entre os oliveirenses e são já uma constante nas redes sociais, onde fazem questão de expressar a revolta pela demora no arranjo de uma via que é tão só um dos principais acessos à cidade de Oliveira do Hospital e, por isso, é diariamente usada nas deslocações para o trabalho, escola e para as próprias habitações.

O estado lastimável em que se encontra a Estrada da Beira também já chegou à Assembleia e Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, com o o presidente do município a remeter “a bola” para a entidade responsável pela manutenção da via – a Estradas de Portugal – à qual garante já ter enviado relatório a solicitar intervenção e a alertar para a perigosidade da estrada.

O que é certo é que, pese embora os remendos que pontualmente têm ocorrido, a EN17 – particularmente no troço entre Catraia de S.Paio – Senhor das Almas – está praticamente intransitável, constituindo verdadeiras situações de perigo.

LEIA TAMBÉM

Quem compra pássaros? Autor: Renato Nunes.

Todos os sábados, quando ainda mal amanhece, saio de casa em direcção ao mercado semanal. …

frio

Chuva poderá regressar na próxima quarta-feira

O tempo seco vai continuar, pelo menos, até à próxima quarta-feira, altura em que poderá …