àgua com espuma à saída da ETAR

ETAR de Alvôco de Várzeas já chegou ao tribunal

A acompanhar este caso, o técnico Domingos Patacho referiu há instantes ao correiodabeiraserra.com que o recurso ao Tribunal foi precedido por contatos com a Águas do Zêzere e Côa e Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que, apesar de revelarem disponibilidade para o diálogo, não decidiram pela suspensão da obra que decorre na Moenda.

O técnico da QUERCUS diz estar em causa um processo onde a associação ambientalista deteta “grandes irregularidades” e que “não cumpre a legislação”. “Há lugares melhores fora das reservas agrícola e ecológica e longe das habitações”, referiu o ambientalista, clarificando que a QUERCUS não se opõe à construção da ETAR, mas sim ao local onde as obras estão a decorrer.

A Associação Ambientalista acompanha o caso da ETAR de Alvôco de Várzeas desde o momento em que surgiram as primeiras oposições à obra. “Esteve parada muito tempo e acreditámos que havia bom senso na reavaliação do projeto”, recordou Domingos Patacho referindo-se ao período em que a autarquia suspendeu os trabalhos, lamentando contudo que da parte do dono da obra não tenha havido disponibilidade para alterar a localização.

A construção da ETAR de Alvôco de Várzeas tem sido geradora de divergências, tendo sido debatida nos vários órgãos autárquicos locais. Alguns grupos da Assembleia da República também se pronunciaram sobre o caso.

Quem já se revelou irredutível foi o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que, nas últimas intervenções públicas que fez sobre o caso garantiu que, apesar de não concordar com o local, a obra vai continuar respeitando os ajustes ambientais que o processo sofreu por ocasião da reavaliação do projeto.

Tal decisão vai de encontro com a posição assumida pela Junta e Assembleia de Freguesia de Alvôco de Várzeas.

O correiodabeiraserra.com tentou obter uma reação de José Carlos Alexandrino relativamente ao novo facto que envolve a ETAR de Alvôco de Várzeas, mas até ao momento ainda não foi possível.

LEIA TAMBÉM

“O presidente diz que Oliveira está na moda. Adarnela só se for na moda da idade da pedra. Não tem água, nem saneamento”

Quem chega a Adarnela, no concelho de Oliveira do Hospital encontra uma localidade dividida entre …

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …