…excluindo qualquer aspirante a desportista…. Autor: Nuno Rafael Dias.

É com sincero orgulho que felicito o novo membro com direito a voto, no Conselho Municipal da Juventude (CMJ), a Associação de Estudantes da EPTOLIVA, instituição com elevado peso no seio da juventude oliveirense e que representa muitos dos nossos jovens e outros que apenas por cá estudam. A propósito do último CMJ e, apesar de algumas intervenções menos meritórias de alguns e posturas menos elegantes de outros, enfim, apesar da crispação que por lá se verificou, espero sinceramente que no próximo CMJ tudo esteja devidamente sanado, através de um diálogo próprio e não de um diálogo político, já que aquele órgão está ao serviço dos jovens e não da política nacional ou concelhia.

Gostaria de, nesta pequena declaração, expressar de modo claro o maior enlevo pelo estado de sítio que envolve o nosso concelho, especialmente pela esperança no futuro que, de algum modo, qualquer jovem oliveirense pode almejar, isto claro, excluindo qualquer aspirante a desportista, pois aí o investimento municipal desta cidade, se é que assim se pode chamar, olhando para a inércia económica que por aqui vai passando…não falta! Observo, pávido e surpreso, à avultada quantia que, em mais um Orçamento Municipal, vejo ser desbaratada em desporto e em associações de interesse ambíguo para os jovens oliveirenses, que em nada contribuem para a criação de emprego e desenvolvimento económico concelhio.

Além da natural preocupação que tenho com os sucessivos investimentos que vão escapando ao nosso município para concelhos vizinhos, como Nelas ou Tábua, fico, na minha posição de líder de uma instituição ao serviço dos jovens, decepcionado com a falta de opções que o nosso agrupamento de escolas pode oferecer a qualquer aluno. Uma vez ingressado na nossa escola, qualquer aluno vê goradas quaisquer oportunidades de estudo a nível não profissional para além de «letras» e «números». Vejo, ano após ano, colegas a procurar um novo rumo, desistindo do nosso concelho, fugindo para Seia, Tábua ou Coimbra.

É triste, tudo isto, para um simples jovem oliveirense que busca algo diferente para os jovens do Concelho, e que cresceu habituado a ver Oliveira do Hospital como uma referência, tanto a nível económico como a nível académico.

foto_0624Autor: Nuno Rafael Dias,

presidente da Juventude Popular de Oliveira do Hospital

LEIA TAMBÉM

O “Ciclone de Fogo” varreu aquela noite que o foi de (quase) todos os medos… Autor: João Dinis, Jano

Naquela noite de (quase) todos os Fogos e de (quase) todos os medos, morreu Gente …

Recordar os mortos, para compreender os vivos. Autor: Renato Nunes

Durante semanas a fio, vi-o repetir o mesmo ritual. Quando a porta se abria, logo …

  • Guerra Junqueiro

    Muito bem caro Nuno Dias, é de louvar que alguém venha defender a juventude, que efectivamente já conheceu melhores dias em Oliveira do Hospital.
    Força, lutem pelos vossos direitos.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • JPCRUZ

    este artigo de opinião é a triste realidade das politicas não só a nível concelhio mas também a nível nacional . Porque não esqueçamos que este governo PSD/CDS “puera direita” disse claramente aos jovens emigrarem. Por isso não posso compreender estas preocupações centristas. A nível concelhio estas politicas que só interessa o futebol e as festas sem foguetes. As politicas da juventude cada vez são menos e quando os tentáculos absorvem o pouco que ainda há não se pode fazer nada.

  • JPCRUZ

    Agora sobre o CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE ( CMJ), é verdade que a EPTOLIVA é uma instituição importante para juventude não só do concelho mas também de outros concelhos vizinhos. Agora o que é pena ser mal representada não por ser uma mulher, mas sim por uma rapariga que não em calo nenhum de vida e só tem mania e nada fará para melhor… enfim…
    Agora sobre a as atitudes que ocorreram a ultimo CMJ também concordo que as pessoas tenham postura correta, porque apesar de já estar formado num grupo amigos comigo não contam . Comigo podem contam a defesa dos interesses para toda a juventude porque se é para ir para o CMJ para um grupo de amigos não vale a pena haver regulamentos não e também vale a pena reunimos-nos no salão nobre da câmara municipal podemos ir para um bar qualquer.
    Saudações comunistas