Executivo rebate proposta da DREC de constituição de um único mega agrupamento

 

… a autonomia da Secundária oliveirense é a proposta final do executivo.

O rumo que a Educação vai ter no concelho de Oliveira do Hospital esteve, ontem, em destaque numa reunião que sentou à mesma mesa o executivo municipal, a Diretora Regional de Educação do Centro, os diretores e presidentes dos conselhos gerais dos quatros agrupamentos escolas e Escola Secundária de Oliveira do Hospital.

A motivar o encontro que durou cerca de duas horas e meia esteve a constituição de mega agrupamentos, uma matéria a que a Câmara Municipal tem vindo a manifestar total oposição, conseguindo até que o processo fosse adiado no território educativo concelhio para 2013.

Numa reunião, onde o executivo abriu finalmente a porta à agregação de estruturas educativas, a Diretora Regional de Educação do Centro surpreendeu, porém, ao avançar com uma proposta de constituição de um único mega agrupamento no concelho de Oliveira do Hospital.

“Demonstra um total desconhecimento das dinâmicas educativas de Oliveira do Hospital”, referiu a vereadora da Educação da Câmara Municipal oliveirense ao correiodabeiraserra.com, contando ter sido exatamente esta a resposta que, na ocasião, dirigiu a Cristina Oliveira.

Segundo Graça Silva, a proposta da DREC surpreendeu todos os que participavam na reunião, já que aquela proposta nunca tinha sido colocada em cima da mesa. De acordo com a vereadora, a medida anteriormente avançada pela estrutura regional de educação ia no sentido de constituição de dois mega agrupamentos no concelho. Uma proposta que, no início, mereceu a total oposição do executivo municipal, mas que se aproximava daquela que foi, ontem, a ideia de agregação apresentada pela autarquia.

“Propusemos a criação de dois agrupamentos, um a sul e um a norte, e a autonomia da Escola Secundária”, contou Graça Silva a este diário digital, revelando que tal proposta vai de encontro às conclusões já saídas do projeto educativo local que está em curso no concelho.

Na prática, a proposta do executivo vai no sentido de juntar os agrupamentos de escolas da Cordinha e Lagares da Beira numa única estrutura a norte e de agregar os agrupamentos Brás Garcia de Mascarenhas e Vale do Alva, numa estrutura a sul do concelho.

“Reorganização deve ser gradual”

Ainda que certa daquilo que são as “imposições políticas” – “penalizadoras”, sublinha – da DREC no sentido da verticalização da educação, Graça Silva entende que a reorganização das estruturas educativas no concelho deve decorrer de forma “gradual”. “Não pode ser agressiva e radical, porque isso coloca em causa o normal funcionamento do processo”, entende a vereadora da Educação, considerando também que quanto mais alunos tiver um agrupamento, mais difícil se torna a sua gestão. “Agregar a Escola Secundária iria ser penalizador”, sublinha.

Em face de duas propostas de reorganização educativa, os agrupamentos escolares e secundária oliveirense têm um prazo de 10 dias para se pronunciarem acerca deste processo. “Estamos em crer que as escolas irão concordar com a nossa proposta”, refere Graça Silva, alertando para o facto de a mesma permitir que “as escolas possam fazer a agregação de forma calma e serena”.

O futuro da Educação no concelho deverá ficar definido até ao final de 2012, início de 2013, e apesar da dificuldade em se alcançar um entendimento, Graça Silva acredita no “bom senso” da diretora Regional de Educação do Centro.

“Tem sido sensível e a prová-lo está o facto de em Oliveira do Hospital termos conseguido adiar o processo”, refere Graça Silva, convencida de que Cristina Oliveira irá ter uma “postura colaborante” com a Câmara Municipal. No concelho de Oliveira do Hospital, o processo de constituição de mega agrupamentos mexe com uma comunidade educativa composta por cerca de 2900 alunos.

LEIA TAMBÉM

EPTOLIVA distinguida nos prémios Ciência na Escola

A EPTOLIVA (Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil) foi a escola da …

Os pais da exclusão… Autor: Renato Nunes

Biblioteca Nacional de Lisboa, 29 de Setembro de 2017. Depois de mais um dia de …