Família de Travanca de Lagos vive situação dramática devido a doença do filho de onze anos

Uma família de Travanca de Lagos está a viver momentos dramáticos. O filho com onze anos encontra-se internado já há algumas semanas em estado grave no Hospital Pediátrico de Coimbra e os pais viram-se obrigados a deixar de trabalhar para acompanhar em permanência a evolução clínica do filho naquela cidade, ficando sem rendimentos.

O caso já chegou ao conhecimento da Câmara Municipal que na última reunião fez aprovar o pagamento imediato de 1580 euros que eram devidos ao avô da criança devido a estragos causados na sua casa aquando da realização das obras de saneamento em Travanca de Lagos. O autarca prometeu ainda apresentar uma proposta de um subsídio de mil euros numa próxima reunião de Câmara para ajudar os pais e procurar promover uma campanha de solidariedade.

“A verba de 1580 euros já estava aprovada, até porque os estragos, isso foi comprovado, resultaram das obras de saneamento e a reparação foi orçamentada nesse valor que seria pago apenas quando fosse apresentado o recibo das reparações efectuadas. Mas dada a actual situação, e como o homem foi arranjando os estragos conforme podia, penso que seria de aprovar o pagamento imediato daquele montante”, explicou José Carlos Alexandrino. O documento acabou por ser aprovado por todos os vereadores, incluindo o social-democrata João Brito.

O autarca prometeu acompanhar o processo pretende lançar entre a comunidade oliveirense uma campanha de solidariedade “neste momento difícil”. “Gostaria de promover uma forma de toda a comunidade poder ajudar esta família. Procurar que tenha um Natal, que será certamente difícil, ligeiramente melhor”, explicou o autarca que vai agora tentar falar com o pai da criança para coordenarem da melhor forma a campanha de solidariedade.

LEIA TAMBÉM

GNR deteve suspeito de atear fogo florestal em Viseu

A GNR anunciou hoje a detenção de um homem, de 56 anos, suspeito de atear …

Fogo em duas localidades do concelho de Oliveira do Hospital já foi dominado

Situação em Góis “é preocupante” e pode agravar-se

O comandante operacional da Protecção Civil, Vítor Vaz Pinto, disse hoje que o incêndio de …

  • António Silva

    Obrigado CBS. Será que poderia dar mais pormenores de como se pode ajudar?

  • António Lopes

    Para a Romana e para esbanjar na Expo, não é preciso campanhas de solidariedade..! Bem me farto de bater para gastarem no social mas….dá menos votos…Sugiro um nº de conta para todos podermos apoiar.

  • António Silva

    Mas há aqui um aproveitamento político do pior sobre desgraça alheia….. Uma vergonha