Federação Distrital de Coimbra do PS confirma Alexandrino como candidato à CM de Oliveira do Hospital

O Presidente da Federação de Coimbra do Partido Socialista, Pedro Coimbra, apresentou, no órgão distrital máximo do Partido, os dezassete candidatos a Presidente de Câmara por aquele Partido às eleições autárquicas de 2017, incluindo José Carlos Alexandrino como recandidato à autarquia de Oliveira do Hospital. A Comissão Política da Federação, segundo o Notícias de Coimbra, já ratificou as propostas apresentadas. José Carlos Alexandrino, por enquanto, mantém-se em silêncio e ainda não anunciou aos oliveirenses esta decisão, agora confirmada pela órgão distrital dos socialistas.

José Carlos Alexandrino, recorde-se, tinha inicialmente prometido tomar uma decisão até ao dia 1 de Abril, acabando, no entanto, por se remeter ao silêncio e não assumir qualquer compromisso. O autarca, de resto, tinha condicionado a sua recandidatura à construção do IC6, que deveria ser assumida, segundo o próprio, numa visita do primeiro-ministro António Costa ao concelho. A informação foi avançada em Março pelo próprio na sua página do Facebook, onde referia que tinha estado com o primeiro-Ministro e que ficou agendada “uma visita oficial” a Oliveira do Hospital. “Que previsivelmente ocorrerá até ao final do mês de Março”, sublinhava. Tal acabou também por não se confirmar.

Antes, recorde-se, o autarca tinha afirmado que apenas seria candidato a um novo mandato à frente da autarquia se tivesse o compromisso firme por parte do Governo e do PS de que o troço do IC6 até Oliveira do Hospital irá arrancar. O autarca, que falava em Março à Centro TV, garantiu que o prazo limite para que se clarifiquem posições é o final desse mês, sublinhando que a sua recandidatura estava  longe de ser uma garantia. “Neste momento não estou perto da recandidatura. Há um prazo limite para que o PS e o Governo se definam claramente em relação ao IC6, e áquilo que eu disse, para que me possa apresentar como candidato”, disse o presidente da Câmara Municipal de Oliveira àquele órgão de comunicação social. “Não posso falar do futuro. O que quero dizer é que até 30 de Março tem de haver uma resposta, para no dia 1 de Abril anunciar se sou ou não candidato”, sublinhou.“É preciso clarificar posições. Quero um compromisso com o Governo que não se fique pelas promessas, mas pela acção, por agir”, concluiu.

Mas apesar do silêncio perante os oliveirenses e sem que, aparentemente, nenhum dos pressupostos que tinha colocado a si se tivesse cumprido, José Carlos Alexandrino teria confirmado ao PS que aceitaria ser candidato. O autarca mantém o silêncio sobre o assunto.

Os candidatos apresentados por Pedro Coimbra a cada um dos Concelhos do Distrito são os seguintes:

Arganil – Rui Silva

Cantanhede – Luis Silva

Coimbra – Manuel Machado (recandidato)

Condeixa – Nuno Moita (recandidato)

Figueira da Foz – João Ataíde (recandidato)

Góis – Maria de Lurdes Castanheira (recandidata)

Lousã – Luis Antunes (recandidato)

Mira – Manuel Martins

Miranda do Corvo – Miguel Baptista (recandidato)

Montemor o Velho – Emilio Torrão (recandidato)

Oliveira do Hospital – José Carlos Alexandrino (recandidato)

Pampilhosa da Serra – Carlos Ferrão

Penacova – Humberto Oliveira (recandidato)

Penela – Mário Carvalho

Soure – Mário Jorge Nunes (recandidato)

Tábua – Mário Loureiro  (recandidato)

Vila Nova de Poiares – João Miguel Henriques (recandidato)

 

LEIA TAMBÉM

CDU: “Julgamos demasiado sem vergonha utilizar uma inauguração pública para os candidatos de um partido [PS] se promoverem”

O candidato à Assembleia de Freguesia de União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca …

João Brito atónito com “campanha eleitoral a favor do PS” por parte da Câmara ao aprovar hoje mais 10 subsídios a instituições

O vereador do PSD João Brito está atónito com aquilo que classifica de falta de …

  • A derrota alexandrina

    O Coimbra não esteve para aturar os devaneios do Alexandrino e entalou-o.
    Depois dos 6-1, o PS vai averbar uma desastrosa derrota em Oliveira do Hospital.
    Esperem para ver. Quem vos avisa vosso amigo é.

  • “Apoiante Fiel”

    Abaixo assinado. Agora que o PS já anunciou, vamos todos fazer um abaixo assinado “pedindo” MUITO ao nosso querido presidente que se recandidate. Já imaginaram como é que vamos poder viver sem ele? E a Dª .Judite faz favor de se ir embora e não vir para aqui incomodar.

  • Oliveira do Hospital

    Como o Alexandrino é candidato, o António Lopes também o será.
    Avance homem, não tenha medo!
    Vamos lá ver se honra a palavra que deu em plena Assembleia Municipal.
    Dia 1 de outubro logo se vê se tem mais votos do que em 2013 e se o mérito é seu ou de outra pessoa/partido.

    • Hospital de Oliveira

      Esteja descansado, António Lopes só estava à espera que a coragem do Alexandrino levantasse fervura e se apresentasse à luta.
      Vamos embora, agora é que vamos ver o que é que valem.

      • Dalida

        “Parole, parole,parole”…
        Assim é a cantiga italiana que, há (muitos) anos,explicou o devir de quem está no poder…
        Perpetua-se , porque, quem está no poder – apesar de ter vendido tudo, e mais alguma coisa, para lá chegar, vende e dispende o carcalhol para quem o quer agarrar, depois de lá estar…e, esses, agarrados, tendem a perpetuar essa mesma forma de angariar-votos!- disfarçados de ação social, política, cultural…e etc.
        Assim, quem tem – e distribui – os carcanhóis – manda!
        É como no governo, ou não, da nação: um pouco para aqui,outro para ali, mais um quinhão para acolá, uma fatia para acoli….tudo pensado, e multiplicado -é como nos “coelhos do António Silva”…sempre a multiplicar-votos.
        Há demasiada gente, no geral do país, dependente da subsidarite….da empreguite…e, para não variar, também por cá. No município.
        Há anos, era ver os PPds a frequentarem,demasiadas vezes, os lares e os centros de dia…como quem não quer a coisa, a garantirem “o céu”.
        E hoje? Quem os frequenta nesse intuito?- mas os idosos deste concelho, maioritários, ainda estão no pleno direito do voto…
        Os desempregados…por direito, ainda votam – se quiserem.
        Os que trabalham, depende…enfim…25 de abril é uma data incontornável-hoje- da História de Portugal, o 1º de Maio, esse,fica para os “entendidos”…
        Os novos cidadãos- aqueles de denovas tecnologias às costas, ou na cabeça, OU NA MÃO, esses, vão ficar agarrados às selfies, aos postes…e à tendência da moda.
        A propósito de moda:
        – Então Oliveira do Hospital não está na moda?
        Por isso, estar na moda é votar no slogan…
        No mínimo, daqui por 50 anos, teremos ranchos folclóricos a cantar…
        “Aquela é que era a moda que o povo cantava!”

    • António Lopes

      “O teu Deus Servirás,o teu Deus não tentarás”. Sabe, se há coisa em que sei ler, é na política.O Senhor presidente nas ultimas, no dia da vitória, até disse que eu era o homem que mais sabia da coisa.Agora é que lhes convém esquecerem-se.Quando eu for para os palcos e os desafiar com os factos, e “contar a história desde o dia em nasceram”, logo se vê onde o Povo vota..! Já alguma vez se interrogou porque avança essa Europa e nós ficamos a marcar passo?

      Leia um jornal de 1870 e leia um de hoje e, politicamente falando, diga-me as diferenças.Leia um relato das eleições.Compare com o de hoje e diga-me alguma coisa.Com este mar, este sol, esta pluviosidade,com a riqueza do nosso subsolo e a zona marítima que temos,o que nos falta para sermos um País dos mais ricos da Europa? Sabe o que falta? É acabar com o bacocos como o Senhor, que infelizmente são muitos? Vá ao meu mural no facebok que está lá a explicação.

      Diz o homem que o avô só tinha medo dos imbecis.Diz ele que são tantos que, às vezes, fazem a maioria e até elegem o presidente..! Este tem sido, mais ou menos, o nosso problema…

      Os PSs ,por essa Europa fora, em catadupa,caíram para os 7-10%.Por aqui, continua, agora com este primeiro ministro das “facadas” ao colega para subir meio ponto, mesmo assim, nos trinta.Se reparar, isto estagnou.Façam o que fizerem.O PS, o PSD, o CDS, o PCP, até podem candidatar um cachorro.Mais coisa, menos coisa, têm o seu eleitorado. Só que, em Oliveira, o eleitorado, como tem visto nas ultimas nacionais, é esmagadoramente PSD. E, nestas autárquicas também vai ser. Sabe por que lhe digo isto? As tropas que ninguém vê, já conseguem saber, a esta hora, em cada casa e em cada aldeia, onde cada um vota..! E como eu vou “ajudar à festa”, com sorte, o PS fica com os três (vereadores) . Na AM, ainda acredito que haja quem goste de me ver na cadeira da costa alta.Que não tenho vida para a outra.Porque se tivesse, dizem-me as tropas, quase nem eram precisas eleições..!Portanto, na AM, aqueles bate palmas, logo vão ver o futuro deles..! Mesmo que não pareça, o Povo sabe o que quer e sabe distinguir entre trigo e joio..!

      Mande sempre..

  • Justiceiro

    António Lopes está em pânico porque vai ter que ser candidato e não tem tropas .
    Encosta se ao PSD . Encosta se a quem o salvar porque sabe que se for candidato nem a família vota nele .

    • António Lopes

      Claro, porque se não for candidato e não for eleito, como é que “o pobre do homem” vai sobreviver..?
      Quanto ao pânico, já encomendei dois pastores alemães..! Como sabe, sou dos poucos que, na política, só gasto..! Há quem tenha razões para andar em pânico.Aqueles que, se perderem perdem metade do que agora recebem.Aqueles que se lhe cair o “guarda chuva” não sabem o futuro. E tem uns poucos…E aqueles que até os iam denunciar mas, como fazem tudo para serem altifalantes, até a vida lhes começou a correr bem…A minha vantagem é que os conheço a todos e tenho os documentos…Esses sim devem andar em pânico. No interesse dos Oliveirenses, vou ver se se lhes torna realidade…Basta .É tempo de mudarem de “teta”..
      Encosto-me ao PSD? E o PS é melhor? Os Oliveirenses sempre acharam que não.Pelos vistos, mesmo mau, entro em todas as “casas”..! Será..?Pareço o Cristiano Ronaldo.Todas as equipas o gostam de ter..! Hehehe…Juizinho nessas cabeças…

  • António Lopes

    O maior cego é o que não quer ver.Já escrevi por aqui, ontem: “O teu Deus servirás,O teu Deus não tentarás” Eu percebo-o..! Se pensa que e vou aqui por a fazer uma lista esqueça.Conheço a expressão e o sentimento que, a mão que dá esconde-se.Problemas poderá ter quem prometia para outros pagarem.
    Com o do erário Publico toda a gente faz campanha e boa vista.Com o deles nem o que devem sai…

    Quanto ao demais, preocupe-se com a sua.Como não assina, se calhar por causa disso, nem lhe posso pedir ajuda.Mas já caíram os tubarões todos deste País, se cair um carapau ou uma sardinha, acha que alguém se vai preocupar..?

    Já alguém disse que discutir com a ignorância perde-se sempre.

    Vejo muito campeão.Chegar-se à frente só com conversa.Sendo que, olhando para a Fundação Cabral Metelo, e umas tantas mais e a forma como se respeita o legado dos nossos mecenas, se calhar, o melhor mesmo é ficar quieto.Como gerir essas instituições dá trabalho, se não for a receber, ficam por aí ao abandono.Onde “canta” até se atropelam e até se arranjam uns subsídios para manter a “oligarquia”…

    Como eu os compreendo…