Feira do Livro de Oliveira do Hospital contou com cerca de quatro mil visitantes

A Feira do Livro de Oliveira do Hospital que se realizou entre os dias 28 de Maio e 1 de Junho no espaço multiusos do Mercado Municipal recebeu cerca de quatro mil visitantes, segundo o site da autarquia oliveirense. O certame promovido pelo Município de Oliveira do Hospital em parceria com a ADI – Agência para o Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital, as Bibliotecas Públicas Municipais, o Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH) e a EPTOLIVA – Escola Profissional de Tábua e Oliveira do Hospital, as livrarias/papelarias do concelho e Unidade Pastoral, terá tido, segundo a mesma nota, mais de meio milhar de visitas diárias, uma média que terá sido largamente ultrapassado nos dois últimos dias.

A vereadora da Cultura, Graça Silva, considerou que a programação se revelou “do agrado do público” e as iniciativas trouxeram público à feira que constitui um momento de promoção das papelarias/livrarias participantes que praticaram descontos nos preços dos livros. Aquela vereadora sublinhou ainda que no conjunto, as bancas presentes realizaram um volume de vendas considerável, destacando a grande procura pelos livros de autores concelhios, editados com a chancela ou apoio do Município de Oliveira do Hospital.

Nesta edição de 2016, os livros em destaque foram: “O Homem que não tinha idade” de Fernando Correia; “Coimbra, Cidade Universitária da Lusofonia: crónicas de afeto com pessoas dentro” de Hélder da Conceição Rodrigues; “Fracasso e Misericórdia no Matrimónio” do padre António Loureiro; “Assim Rezava o Povo de Terra Chã”, da Unidade Pastoral de Oliveira do Hospital; “Roberto das Neves” de Inácio Nuno Pignatelli; e “O Binóculo Misterioso” de Ana Rita Gonçalves, Rita Campos e Sandra Santos, tendo sido alvo de apresentações com a presença dos respectivos autores e ilustradores.

Paralelamente foram realizadas várias iniciativas que procuraram dinamizar o evento ao longo dos cinco dias, como a oficina de jogos de tabuleiro e de origâmi, uma caminhada, concurso de leitura em voz alta, Festival Infantil da Canção das IPSS e dramatização de peça japonesa. Destaque também para a dramatização “Era uma vez” realizada pela equipa das Bibliotecas Públicas Municipais, para o encontro de autores concelhios e apresentação de um blogue sobre os mesmos.

O Dia Mundial da Criança também mereceu uma programação especial, com os dois últimos dias dedicados às crianças do pré-escolar e 1º ciclo, que tiveram oportunidade de usufruir de insufláveis, pipocas e balões para brincar, bem como actividades de carácter desportivo, com “Leitores em Movimento”, e ambiental, com o projecto “Deixa a tua Marca”. No último dia, realizou-se a “Feira das Regiões” e uma exposição dos trabalhos desenvolvidos pelo pré-escolar.

Foto: site da CM de Oliveira do Hospital

LEIA TAMBÉM

Governo promete em Oliveira do Hospital que “vai mesmo avançar” com cadastro florestal e investir nos sapadores

O primeiro-ministro, António Costa, prometeu hoje em Oliveira do Hospital que o Governo “vai mesmo avançar” …

Penalva de Alva em festa no fim-de-semana e Tuna Recreativa Penalvense volta a actuar seis meses depois

As tradicionais Festas de Verão em Penalva de Alva regressam este fim-de-semana. A edição deste …