Feira do Livro de Oliveira do Hospital contou com cerca de quatro mil visitantes

A Feira do Livro de Oliveira do Hospital que se realizou entre os dias 28 de Maio e 1 de Junho no espaço multiusos do Mercado Municipal recebeu cerca de quatro mil visitantes, segundo o site da autarquia oliveirense. O certame promovido pelo Município de Oliveira do Hospital em parceria com a ADI – Agência para o Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital, as Bibliotecas Públicas Municipais, o Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH) e a EPTOLIVA – Escola Profissional de Tábua e Oliveira do Hospital, as livrarias/papelarias do concelho e Unidade Pastoral, terá tido, segundo a mesma nota, mais de meio milhar de visitas diárias, uma média que terá sido largamente ultrapassado nos dois últimos dias.

A vereadora da Cultura, Graça Silva, considerou que a programação se revelou “do agrado do público” e as iniciativas trouxeram público à feira que constitui um momento de promoção das papelarias/livrarias participantes que praticaram descontos nos preços dos livros. Aquela vereadora sublinhou ainda que no conjunto, as bancas presentes realizaram um volume de vendas considerável, destacando a grande procura pelos livros de autores concelhios, editados com a chancela ou apoio do Município de Oliveira do Hospital.

Nesta edição de 2016, os livros em destaque foram: “O Homem que não tinha idade” de Fernando Correia; “Coimbra, Cidade Universitária da Lusofonia: crónicas de afeto com pessoas dentro” de Hélder da Conceição Rodrigues; “Fracasso e Misericórdia no Matrimónio” do padre António Loureiro; “Assim Rezava o Povo de Terra Chã”, da Unidade Pastoral de Oliveira do Hospital; “Roberto das Neves” de Inácio Nuno Pignatelli; e “O Binóculo Misterioso” de Ana Rita Gonçalves, Rita Campos e Sandra Santos, tendo sido alvo de apresentações com a presença dos respectivos autores e ilustradores.

Paralelamente foram realizadas várias iniciativas que procuraram dinamizar o evento ao longo dos cinco dias, como a oficina de jogos de tabuleiro e de origâmi, uma caminhada, concurso de leitura em voz alta, Festival Infantil da Canção das IPSS e dramatização de peça japonesa. Destaque também para a dramatização “Era uma vez” realizada pela equipa das Bibliotecas Públicas Municipais, para o encontro de autores concelhios e apresentação de um blogue sobre os mesmos.

O Dia Mundial da Criança também mereceu uma programação especial, com os dois últimos dias dedicados às crianças do pré-escolar e 1º ciclo, que tiveram oportunidade de usufruir de insufláveis, pipocas e balões para brincar, bem como actividades de carácter desportivo, com “Leitores em Movimento”, e ambiental, com o projecto “Deixa a tua Marca”. No último dia, realizou-se a “Feira das Regiões” e uma exposição dos trabalhos desenvolvidos pelo pré-escolar.

Foto: site da CM de Oliveira do Hospital

LEIA TAMBÉM

Atropelamento mortal em Candosa, concelho de Tábua

Mulher morreu hoje em Oliveira do Hospital vítima de atropelamento na EN17 junto ao Lidl

Uma mulher, com 60 anos, morreu ao final da manhã de hoje na sequência de …

João Paulo Albuquerque acusa PS por não concluir IC6, pelo menos, até 2030

João Paulo Albuquerque considera que o IC6 não é uma prioridade, mas sim uma necessidade …