Festa da Castanha volta ao Santuário com meia centena de expositores

 

São “elevadas” as expetativas que a presidente da Junta de Freguesia de Aldeia das Dez deposita na 10ª Festa da Castanha que se realiza, este fim-de-semana, na freguesia.

Ao contrário do que aconteceu em 2010, em que a chuva afastou os visitantes, Sónia Madeira acredita que na presente edição, as condições climatéricas vão ser favoráveis e servir de incentivo a uma visita à Festa da Castanha.

O convite está feito e, fruto da boa divulgação do certame – marcou ontem presença no programa Praça da Alegria – a presidente da Junta de Freguesia acredita que este ano a afluência seja “capaz de suprir” os números registados em anos anteriores.

Na base da confiança de Sónia Madeira está a aposta na programação , bem como a importância que o certame já conquistou ao longo dos anos, a nível local, regional e até nacional. Motivo considerado, já por si, determinante para que o certame que decorre num dos locais mais emblemáticos da freguesia e até do concelho, se continue a afirmar cada vez.

É de facto no aprazível Santuário de Nossa Senhora das Preces, em Vale de Maceira, que desde há 10 anos, se tem vindo a realizar a Festa da Castanha. Local de culto e convidativo ao convívio, o Santuário tem de facto merecido a atenção de milhares de forasteiros que, em dia da Festa da Castanha, são também movidos pelo apetecido fruto.

Em terra de soutos, os visitantes são este fim de semana desafiados a participar no tradicional magusto e a provar várias iguarias gastronómicas confecionadas com castanha, como a sopa e doces de castanha. No total são 300 quilos de castanha que vão estar à disposição dos visitantes quer no âmbito do magusto, quer para venda.

Como também já vem sendo timbre do certame, a variedade de produtos endógenos, artesanato e outras iguarias terão presença garantida, nas tradicionais bancas de exposição. A organização confirma a presença de cerca de 50 expositores.

Num certame onde a castanha, os produtos endógenos e a religião se acabam por misturar, também farão eco as vozes e sons dos grupos que, durante todo o dia, vão animar a Festa da Castanha, sem esquecer a presença habitual do grupo Viv’Arte, conhecido pela recriação de ambientes medievais.

Convidativo a gentes de todas as idades, a 10ª Festa da Castanha conta com uma novidade que, de certo, vai constituir um ponto de atração para os mais novos. Trata-se do carrossel artesanal que vai estar instalado no recinto do Santuário.

Ainda que a Festa da Castanha esteja intimamente ligada com o Santuário de Nossa Senhora das Preces, eleito este ano uma das 7 Maravilhas do Património de Oliveira do Hospital, o objetivo é que o certame seja promotor da freguesia de um modo global. Isto mesmo foi explicado a este diário digital pela presidente da Junta de Freguesia, que entende que Aldeia das Dez tem outros potenciais turísticos que também merecem igual destaque.

“O objetivo é promover Aldeia das Dez”, referiu Sónia Madeira, reconhecendo a mais valia de a freguesia ter entrado na Rede das Aldeias do Xisto para efeitos de promoção turística. Ainda assim, a autarca garante ter um olhar especial sobre o Santuário, que “é um ex líbris da freguesia”.

O grande dia da Festa da Castanha está reservado para domingo, 16 de outubro, entre as 10h00 e as 19h00, mas o certame tem arranque oficial agendado para as 14h00 do dia 15. O pontapé de saída acontece no recinto de festas de Aldeia das Dez, onde para além da animação, não vai faltar a oferta do tradicional magusto e os fados com Rosita e Firmino Pereira, entre outros espetáculos.

LEIA TAMBÉM

“O presidente diz que Oliveira está na moda. Adarnela só se for na moda da idade da pedra. Não tem água, nem saneamento”

Quem chega a Adarnela, no concelho de Oliveira do Hospital encontra uma localidade dividida entre …

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …