FICABEIRA em Arganil promove o que de autêntico se faz no concelho e promete muita animação

FICABEIRA em Arganil promove “o que de autêntico” se faz no concelho e promete muita animação

O Município de Arganil vai promover mais uma edição (XXXIII) da FICABEIRA – Feira Industrial, Comercial e Agrícola da Beira Serra que, vai decorrer de 5 de Setembro, a par da tradicional e secular Feira do Mont’alto, até ao dia 8 de Setembro. O objectivo é “mostrar o que de melhor e mais autêntico se faz no concelho e região da Beira Serra, nos sectores da indústria, comércio e agricultura”, sem esquecer a promoção da raça bovina.

O secular Concurso de Gado Bovino de Trabalho, ou “Feira dos Bois” como é tradicionalmente apelidado é, de resto, uma das atracções. Este decorrerá à semelhança dos anteriores anos, no Dia do Concelho, dia 7 de Setembro e pretende promover e preservar a raça bovina, “bem como estimular a sua criação que pelas suas características interessem não só à economia local, mas também à valorização e equilíbrio do espaço rural e à produção de produtos de grande autenticidade”.

Mas aliado a tudo isto não podia faltar a tradicional animação musical, com uma aposta nos artistas nacionais. Os The Gift estarão em palco, no dia 5, Miguel Ângelo (Delfins) no dia 6, Emanuel, no dia 7. O encerramento da programação nocturna e do certame fica a cargo da Filarmónica Progresso e Pátria Nova de Coja. Após cada concerto a animação continuará na tenda electrónica com Dj’s convidados. Tudo, segundo a autarquia, com um visual e dinâmica espacial renovada, tanto pelo alargamento e maior número de expositores, como através de uma vista panorâmica sobre a Ribeira adjacente que através do espelho de água ajuda a refrescar e embelezar toda a zona.

LEIA TAMBÉM

Tomada de posse dos órgãos autárquicos marcada pela tragédia dos incêndios e presidente reeleito aposta em “fazer renascer Oliveira do Hospital”

Não foi uma tomada de posse normal dos novos responsáveis pelo munícipio. Os discursos inflamados …

António Lopes apresenta denúncia no MP contra as autoridades do concelho oliveirense por entender que pode existir “crime de homicídio por negligência” na tragédia dos incêndios

O eleito à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, António Lopes, apresentou ontem uma denúncia …