Final começa com duas derrotas para o Sampaense

Frente a frente estavam o primeiro e segundo classificado da fase regular. No primeiro jogo o Illiabum derrotou o Sampaense por 92- 85. O jogo iniciou-se a um ritmo elevado e com um acerto ofensivo brilhante por parte das duas equipas.

Com uma postura defensiva exemplar, ainda no primeiro período a equipa visitante chegou aos 11 pontos de avança no marcador, vantagem essa prontamente compensada pela dupla de arbitragem na linha de lance livre. Nesta fase pós-empurrão o Illiabum ganhou novo ânimo, reorganizou-se e deu a volta ao marcador conseguindo ir a vencer para o intervalo.

Na segunda parte da partida, a emoção continuou em campo, assim como a qualidade notável do jogo praticado. As equipas equivaleram-se defensivamente e em termos ofensivos, criando jogadas de alto nível. O tiro exterior foi marcante e decisivo neste jogo, sendo que é este trunfo que caracteriza a equipa de Ílhavo, mas que neste caso encontrou boa resposta por parte dos executantes da equipa beirã.

O jogo seguiu equilibrado até aos últimos segundos, momento em que a decisão do jogo poderia cair para qualquer um dos lados. Após uma falha no cesto atacante do Sampaense, a equipa da casa acaba por matar o jogo com dois triplos sem resposta. Excelente jogo de basquetebol que em tudo dignificou a modalidade.

A vitória caiu para o Illiabum, mas o Sampaense não a deu como gratuita e lutou por ela até final. O MVP da partida foi Juan Wyatt com 20 pontos e 10 ressaltos. Em igual destaque na equipa do Sampaense estiveram Kendell Craig com 25 pontos e Anastácio Sami com 14 pontos. No Illiabum destacaram-se Miles Daniels e Daniel Félix com 23 pontos e Nelson Sousa com 18 pontos.

No segundo jogo da final, o Illiabum voltou a derrotar o Sampaense por 82 – 72.
O jogo começou de forma incaracterística com o assinalar de diversas faltas aos jogadores do Sampaense em poucos minutos. Nesta fase, a equipa da casa ganhou vantagem no marcador devido a essa situação, mas não foi por isso que os visitantes deixaram de lutar. Mesmo com um ambiente adverso fora das linhas, os jogadores do Sampaense conseguiram manter a distância no marcador, sem deixar fugir os seus adversários. No entanto, o jogo da arbitragem continuava a dar frutos, sempre nos momentos decisivos. Quando um jogador do Illiabum caiu fora de campo lesionado, a arbitragem interrompeu o contra-ataque em superioridade dos beirões. Ao acontecer o mesmo com um jogador visitante, que caiu lesionado dentro do campo, os árbitros deixaram a jogada decorrer normalmente até ser finalizada. Esta dualidade de critérios só serviu para incendiar ainda mais o que se passava nas bancadas. A partida foi para intervalo com superioridade nos números finais do Illiabum.

Na segunda parte, o jogo ficou arruinado por alguns momentos, pouco dignos, de uma final deste género. Em campo e após muita provocação, normal entre duas equipas que querem vencer, a equipa de arbitragem deixa passar em branco uma agressão do jogador Pedro Silva a Kendell Craig.

Ao ver a não sanção da agressão efectuada pelo jogador de Ílhavo, o jogador americano do Sampaense reagiu da pior maneira possível e agrediu Pedro Silva na jogada seguinte. Nessa altura foi bem clara para a dupla de arbitragem a agressão e não hesitaram a expulsar justamente o jogador. Ficou por sancionar a agressão que deu origem a esta reacção.

Mesmo sem Kendell Craig a jogar, os beirões puxaram do seu orgulho e qualidade e voltaram a discutir o jogo, conseguindo anular a diferença até então acumulada pelo Illiabum. No final do terceiro período a diferença entre as equipas era apenas de 11 pontos.

O último período resumiu-se à tentativa de recuperação da equipa visitante, sem sucesso uma vez que o Illiabum conseguiu gerir com sabedoria a vantagem conquistada até então. Segunda vitória consecutiva do Illiabum em mais um jogo que tinha tudo para ser exemplar, mas que por alguns motivos evitáveis ficou manchado por casos anormais numa final.

O MVP da partida foi novamente Juan Wyatt com 18 pontos e 8 ressaltos. Em igual destaque no Sampaense estiveram Kendell Craig com 20 pontos e Anastácio Sami com 16 Pontos.

No Illiabum estiveram em evidência Miles Daniels com 26 pontos, James Robert com 19 pontos e Daniel Félix com 15 pontos. No próximo fim-de-semana vão-se realizar mais dois jogos no pavilhão Comendador Serafim Marques: sábado às 17 horas e domingo, se necessário uma vez que basta uma vitória ao Illiabum para conquistar o troféu que nunca ganhou, um campeonato sénior de basquetebol, às 16 horas.

Por: PNV

LEIA TAMBÉM

Gouveia recebe Campeonato Mundial Trial de motos

O Parque da Senhora dos Verdes, em Gouveia, vai receber, entre os dias 23 e …

Luís Mota voltou a vencer as 100 milhas do Oh Meu Deus – Ultra Trail Serra da Estrela

O atleta Luís Mota, do Clube do Benfica de Abrantes, venceu as 100 milhas do …