1. Já numa crónica que escrevi aqui, falei sobre o ciclismo e sobre o fascínio que este desporto exercia sobre mim, quando eu era criança e adolescente. Falei ainda nos heróis desse tempo que percorriam as más estradas de Portugal. Muitos anos após esse tempo de que falo, tive a oportunidade de viver e acompanhar a Volta Portugal em Bicicleta.

Fora de Jogo

2. Desde Portimão a Felgueiras descobri um novo Portugal, com sítios muito bonitos que ficam longe dos grandes centros e muito pouco divulgados. Impressionou-me Fronteira, no Alentejo, com as suas flores de papel. Fafe com a beleza das suas mulheres; a Senhora da Graça com as paisagens que se podem observar daquele monte imponente. Mondim de Basto curva-se perante toda aquela beleza.

3. Depois nas relações humanas conheci muita gente durante esta Volta: Veiga Trigo, Manuel Araújo (mecânico do saudoso Joaquim Agostinho), Macário Correia, Jorge Corvo, Isabel Figueiras, Joaquim Gomes, David Pereira…e tantos outros.

4. Na etapa entre Idanha e a Torre, tive a oportunidade de acompanhar a prova num carro da organização que acompanhou os sete fugitivos e nunca mais me esquecerei da descida do Alto da Teixeira para Vide. Feita a uma velocidade que chegou aos noventa quilómetros. Aqueles ciclistas franzinos correm para dez minutos de glória, que é o tempo das entrevistas à televisão. Rui Sousa foi o herói da Estrela.

5. Assisti à grande vitória táctica do Tavira na subida da Senhora da Graça. Foi bonita a festa da consagração do David Blanco em Felgueiras. Bebeu-se champanhe e senti a alegria imensa do povo de Tavira que adora o ciclismo. Macário Correia era o espelho dessa felicidade, assim como toda a equipa.

6. Sempre soube que seria o David Blanco ou o Hector Guerra a vencer a Volta. Todos os dias falava com quem percebia de ciclismo e eles diziam-me que o Rui Sousa não tinha hipóteses devido a não ser um contra-relogista. O ciclismo tem muita táctica de equipa e é preciso saber fazer em cada momento.

7. Depois a equipa TAVFER-FTP constituída pelo Micael (o patrão), o José Manuel (um expert na zona Vip), o Ricardo ( percebe mesmo de vinhos e todos iam ter com ele e elas também), o Jorge ( sempre a trabalhar na Feira da Volta) e o Soares (que grande motorista). Com todos eles tive um prazer enorme em fazer que trabalhava, pois trabalho foi com eles.

8. Depois dizer que a minha participação nesta Volta só foi possível devido a um empresário chamado Fernando Tavares Pereira, que é patrocinador da Volta e da equipa do Tavira. Eu sou testemunha de como é conhecido e respeitado por toda a Organização e ainda o prestígio que tem o seu grupo empresarial. Não me esquecerei dos elogios que Macário Correia lhe dirigiu na festa da consagração do David Blanco. Senti um orgulho tremendo em ser amigo deste nosso Homem. A vida é feita de pequenas invejas e mais não direi.

LEIA TAMBÉM

Cid Teles, a cigarra do Triste Fado: As origens. Autor: Renato Nunes

O poeta que inspira estas palavras nasceu em 8 de Março de 1911, em Tábua, …

A minha fatura contempla consumos com mais de seis meses! O que poderei fazer? Autora: Tânia Santana

São recorrentes as abordagens dos consumidores, junto do nosso Gabinete de Apoio ao Consumidor, indagando-nos …