1. Aos vinte e oito anos iniciei-me como treinador de uma equipa de Iniciados, no F.C. Oliveira do Hospital. Durante muitos anos continuei e passei por todos os escalões de formação, até chegar aos seniores. Por isso a área da formação diz-me muito e ainda esse meu gosto advém de eu ser professor.

Fora de Jogo

2. Vem isto a propósito, por causa das pessoas que trabalham nas camadas jovens, com uma dedicação extraordinária e quase sempre com muito pouco reconhecimento, da sociedade em geral. E comigo trabalharam imensos: O Eng. Zeca Álvaro, o Xico-Zé, o Carlos Álvaro, o Gonçalves, o Dr. Fernando e muitos outros que de momento não me recordo.

3. Geralmente nos clubes, os Seniores é que são importantes, pois é das vitórias deles, com que fazem que o clube se projecte na região ou no distrito . Mas é verdade que para eles serem seniores, alguém teve o trabalho na sua formação. Quem? – Muitos. Mas quando se lêem algumas entrevistas de jogadores, quase nunca se referem às pessoas que tiveram uma grande intervenção na sua formação. Falam sim dos empresários… Há muita ingratidão no futebol. Também já a senti e pode ser que um dia me apeteça contar uma história dessas.

4. Este ano as camadas de formação do Oliveira do Hospital, não têm conseguido bons resultados nas competições. Os Iniciados disputam o Nacional, uma prova muito competitiva e os juniores o Distrital. Mas isso não impede que se esteja ali a realizar um bom trabalho.

5. Já o Tourizense tem feito um bom campeonato nos Iniciados no Distrital e os juniores no Nacional da 2ª Divisão. Já os juvenis não têm feito grandes resultados, pois o Nacional onde estão inseridos é fortíssimo.

6. Mas isto para dizer que hoje muitos dos jovens do nosso concelho, quando têm oportunidade escolhem o Touriz em detrimento do Oliveira. No meu tempo todos queriam jogar no Oliveira. Porque será que isto acontece? – Algo mudou.

7. Sem dúvida que o Tourizense tem hoje melhores infra-estruturas desportivas que o Oliveira. O seu presidente, Jorge Alexandre, deu uma grande visibilidade ao clube, ao relacionar-se com o F. C. Porto, União de Leiria e Estrela da Amadora.

8. E aqui reside a diferença, pois os jovens – e muitas vezes são influenciados pelos próprios pais – a fazerem a escolha. E acham que através do Tourizense podem chegar mais depressa à alta competição, onde se ganha muito dinheiro. Este é o sonho de qualquer jovem praticante.

9. Isto explica as derrotas das equipas do Oliveira, mas não diminui quem faz os possíveis e os impossíveis para realizar o melhor trabalho possível. E por isso deixo aqui uma palavra de incentivo a todos que trabalham na secção juvenil do F.C. O. Hospital, com a certeza que a qualidade de trabalho não se mede apenas pelos resultados desportivos.

10. E para terminar diria que pode ser que um dia Oliveira do Hospital tenha um COMPLEXO DESPORTIVO, com um conjunto de relvados que permita, que os nossos jovens queiram praticar desporto no concelho que os viu nascer. Não sei se é prioridade, mas eu de prioridades estou sempre “ FORA DE JOGO” na boca de uns tantos.

LEIA TAMBÉM

Cartões e telemóveis podem andar juntos na carteira? Autora: Isa Tudela

Pense neste cenário: vai às compras, carrinho cheio e na hora de pagar o cartão …

CNA faz proposta, sem resposta. O Ministro da Agricultura gosta é de “pôr ovos em ninhos alheios” para fazer a “sua” propaganda do costume… Autor: João Dinis, jano

O Ministro da Agricultura visita o “Centro de Recria de Ovelhas Bordaleiras” da ANCOSE,   em …