1. Um grupo de jovens árbitros do concelho de Oliveira do Hospital formou o Núcleo de Árbitros da Beira Serra. Na última sexta-feira este Núcleo promoveu um colóquio que tinha como tema “ Na linha do assistente “. Não estive presente, mas segundo relatos colhidos, foi uma noite interessante e com bons oradores, estando o auditório da Caixa de Crédito esgotado. Assim se começa na participação e espero que um dia destes, tenhamos um árbitro dos nossos, na 1ª categoria. Existem alguns com jeito e com ambição. Acreditem que é possível chegar lá.

FORA DE JOGO

2. Há poucos dias, um treinador de uma equipa de Futsal que veio jogar com a sua equipa ao Ervedal, dizia-me: “parece que nunca mais cá chegávamos. Isto é no fim do mundo”. Lembro-me que quando treinava o Tourizense, na 3ª Divisão, as equipas da zona de Aveiro queixavam-se sempre das deslocações, por causa das curvas e das estradas.

3. Isto vem a propósito das acessibilidades ao nosso concelho, já que na última sexta feira o Núcleo de Desenvolvimento Empresarial do Interior e Beiras, promoveu um debate sobre este tema, tendo o Sr. Secretário de Estado Paulo Campos prometido que será desta vez que Oliveira do Hospital, vai ter acessos dignos da cidade que já é. Acredito nele, acredito que desta vez é que será.

4. Vir-se-á a provar que estes acessos trarão maior desenvolvimento empresarial ao nosso concelho, e que noutra perspectiva o desporto também beneficiará. Outro ganho será que ficaremos mais perto, em termos de tempo, do Hospital da Universidade de Coimbra.

5. A propósito do Núcleo Empresarial, tem um Presidente que todos conhecem pela sua capacidade de fazer e criar riqueza, interessado no desenvolvimento da nossa região. Fernando Tavares Pereira é o seu nome. O contributo que tem dado na luta pelas acessibilidades a Oliveira do Hospital é de enaltecer e eu sei os quilómetros que ele tem percorrido, para abrir portas e para ajudar a influenciar o poder político a fazer o que tem de ser feito. E se alguém tem dúvidas que o Núcleo vai mexer com a nossa região, é porque não conhece bem este Homem. Aguardem para ver.

6. O Fernando Tavares Pereira era o Presidente do Tourizense, quando este clube subiu pela primeira vez à 3ª Divisão. Tinha a acompanhá-lo o empresário Francisco Baptista, como Chefe do Departamento, que percebia muito de futebol. Aquela subida deveu-se sobretudo à ambição destes dois homens. Disse–lhe muitas vezes em tom de brincadeira: “ Já cumpriram a vossa missão, pois colocaram Touriz no mapa”.

7. Na década de noventa o futebol pagava mais do que paga hoje. Logicamente que isto acontecia nas divisões secundárias e nos distritais. O Tourizense tinha uma equipa de miúdos, barata mas com formação, já que a maior parte deles tinham feito a formação no Oliveira do Hospital. Fizemos um campeonato espectacular e fomos campeões. Acreditem que naquela época foi um milagre e deveu-se sobretudo aos jogadores. Mas não tenho dúvidas nenhumas, nunca teríamos sido campeões sem esses dois grandes homens, por quem eu nutro amizade e grande admiração.

8. Numa próxima oportunidade contarei coisas interessantes da minha experiência de treinador, as quais dariam para um livro, mas muitos não iriam acreditar. Hoje deixo esta história: Naquele ano da subida do Touriz, fui jogar o derby com o Nogueirense, em Nogueira. Ganhámos, penso que por duas bolas a zero. Então alguém inventou que eu tinha feito uma substituição a mais, porque ao intervalo tinha trocado um jogador gémeo por outro. É verdade que eu tinha o António e o Luís Borges, que eram muito parecidos e eram gémeos verdadeiros, mas não os troquei ao intervalo, como ainda hoje alguns contam. Assim se constrói a história com umas verdades, outras mentiras.

José Carlos Alexandrino

LEIA TAMBÉM

Crónicas de Lisboa: “Os Livros que ninguém lê”. Autor: Serafim Marques

Graças aos novos processos de produção, tornou-se relativamente fácil e barato editar um livro. Por …

Problemas nos pés podem aumentar durante a gravidez. Autor: Francisco Oliveira Freitas

Durante o período de gestação, o aumento do peso corporal pode alterar a forma como …