Fora de Jogo (por Chalana)

Com 9 anos e a pedido do Sr. Necas Vicente aos meus pais, integrei a equipa de infantis do Académico de Vilela, mas já antes disto ia assistir com o meu pai a jogos do Nogueirense. Nessa época o único desporto que se praticava por aqui era o futebol e na equipa do Nogueirense jogavam: o meu pai, quatro tios e o presidente do clube era um dos meus tios. Em suma, o futebol estava-me no sangue, começou praticamente logo que nasci. Este início no mundo do futebol levou-me mais tarde ao futebol profissional. E foram 15 anos da minha vida neste mundo do desporto-rei, com subidas e descidas, alegrias, frustrações…

Mas, enganem-se os jovens de hoje que pensam que neste desporto tudo é fácil e garantido. Graças a Deus que em todas as equipas por onde passei, os “Balneários” sempre foram espectaculares, e os colegas a determinada altura são como uma segunda família para nós, é um ponto muito positivo, mas também há o reverso da medalha e a certa altura deparamo-nos com as dificuldades. Estou a falar de: os ordenados em atraso, o mau dirigismo (quando os dirigentes dos clubes apenas buscam a sua promoção), a falta de um agente que zele pelos nossos interesses, as promessas que não se cumprem, lesões graves, etc. ~

Mesmo com estes pontos negativos o futebol continua a ser a minha vida pois, como disse, está-me no sangue!

Para os jovens futebolistas deste concelho deixo um alerta, para se vingar no futebol é preciso ser mentalmente forte, gosto pelo treino, espírito de grupo, ser ambicioso e uma vida “higiénica” condizente com a profissão que escolhemos. Pode-se ter muita habilidade e jeito mas sem estes condimentos é impossível vingar nesse mundo.

Actualmente o estado a que chegaram os clubes Portugueses ainda se torna mais difícil. Como é sabido a situação financeira de todos eles está agonizante. Nunca ponham de parte os estudos. Falo por experiência. Em 1996 com o Ac.Viseu na Liga de Honra e com um plantel que atacava a subida à divisão máxima do futebol luso (no final da época parte desses jogadores rumaram para clubes da 1ª Liga) acabámos o campeonato com 7 meses de ordenado em atraso. Actualmente, o estado do futebol português é pior, infelizmente. Para os jovens futebolistas deixo aqui o meu testemunho e muita coragem para enfrentar esta vida difícil, esta grande escola da vida que é o futebol, mas nunca descurem os estudos. Não se deixem iludir, pois para a grande maioria, o futebol é apenas uma etapa formativa que nos deve preparar para o futuro, como homens.

Também podemos estar no futebol só pelo prazer de jogar e foi desta maneira que tive o privilégio e alegria de acabar a carreira de jogador no clube da minha terra, o Nogueirense. Ficava completamente fora de jogo se não o fizesse.

Chalana

LEIA TAMBÉM

O abandono a que a nossa região está entregue já não se resolve no mero debate político partidário. Autor: Luís Lagos

Às vezes, fruto da existência de algumas mentes menos iluminadas, desorientadas ou travadas pela ignorância, …

Incêndio

Anda tudo a gozar connosco!!! Autor: Luís Lagos

Anda tudo a gozar connosco!!! Eu estou absolutamente farto!!! Fartinho!!! Haverá quem leia este post …