Foram abatidos os terroristas suspeitos do ataque ao Charlie Hebdo

Os irmãos Kouachi foram abatidos pelas forças policiais francesas, avança a agência France Press, segundo o site noticiasaominuto. Os dois franco-argelinos eram os principais suspeitos do ataque ao jornal francês Charlie Hebdo, do qual doze pessoas perderam a vida. A mesma agência explica ainda que o refém dos dois suspeitos está salvo.

Minutos antes do anúncio da morte dos dois terroristas (17h00 locais, 16h00 em Lisboa), as forças policiais francesas deram início a um assalto à fábrica em Dammartin-en-Goele, onde os dois jihadistas estavam barricados há horas. Antes de serem abatidos, os dois jihadistas saíram da fábrica a disparar contra a polícia francesa.

No leste de Paris, um homem estava barricado desde esta manhã numa loja de produtos judaicos, com, pelo menos, cinco reféns, avança a Agence France-Presse. A polícia acredita tratar-se do atirador de Montrouge, que matou ontem uma mulher polícia e também foi abatido pelas forças policiais. O suspeito,  Amédy Coulibaly, foi abatido pelas autoridades e os reféns foram libertados, mas dois polícias ficaram feridos.

A imprensa francesa avança que os dois assaltos em Dammartin-en-Goële e na Porte de Vincennes tiveram início em simultâneo.

 

LEIA TAMBÉM

Oliveira do Hospital vai contar com sistema de optimização de deposição de resíduos

O concelho de Oliveira do Hospital é um dos 16 municípios do Planalto Beirão que …

Município de Oliveira do Hospital volta a ser distinguido como amigo das famílias

Oliveira do Hospital volta a estar entre os setenta municípios que foram distinguidos por adoptarem …

  • Erasmo de Roterdão

    Meu coração chora com tanto radicalismo e intolerância. Muito me confrange que, em nome do Mestre, se mate.. ! Bem sabemos que a religião é so a capa. Maiores e mais profundos são os problemas.

    Mas, não foi esta triste notícia que me levou a usar a pena para expressar minhas preocupações.

    Mais uma vez, o problema é com assuntos cá do Burgo, Diz-me aquele em quem reencarnei, que como todos sabem tem grande preocupação com os soldados da paz, os nossos Bombeiros, que por ali grassa grande preocupação e descontentamento.
    Dizem-me mesmo que, mais de sessenta daqueles nossos generosos irmãos manifestaram, por escrito, suas preocupações ao Comando, quanto às condições de trabalho e das instalações… E pergunta. ou manda-me perguntar se, quem de direito, não pode fazer algo que vá ao encontro das aspirações daqueles que, quantas vezes com sacrifício da própria vida, tudo dão e tão pouco pedem. Lá me foram lembrando quem é o presidente da protecção civil e lá foram manifestando a esperança que o mesmo possa dar algum conforto e alento a suas tão desejadas reivindicações.
    Rogo, em minhas preces, um bom e rápido desfecho para a satisfação dos anseios de nossos irmãos Bombeiros. Que nossos Edis tomem em mãos a resolução do problema…

    Que assim seja..!