Força Aérea volta a utilizar Aeródromo de Seia como base para exercício internacional

O Aeródromo Municipal de Seia vai servir  novamente de base de apoio ao exercício da Força Aérea “Real Thaw 16”, que vai decorrer a entre amanhã e o próximo do 4 de Março, no interior Centro e Norte de Portugal Continental. Trata-se de um exercício da Força Aérea planeado e conduzido sob a égide do Comando Aéreo, órgão da Força Aérea responsável pelo treino e aprontamento das unidades operacionais, seja através de operações aéreas na defesa dos interesses nacionais, seja na participação em operações militares nos mais diversos quadros de cooperação internacional (NATO e UE). Os preparativos para os exercícios já se iniciaram no Aeródromo de Seia.

Nesta oitava edição, para além da Força Aérea, da Marinha e do Exército Português, participam forças da Bélgica, de Espanha, da Dinamarca, da Holanda e dos Estados Unidos da América e ainda meios aéreos da NATO e da COBHAM, num total de 42 aeronaves e cerca de 3500 militares, os quais ficarão sediadas na base aérea de Beja.

O exercício está focado na integração e interoperabilidade das várias forças participantes, em particular na execução das seguintes missões: Ar-Ar: DCA, OCA-Sweep, OCA-Escort, HVAA-Protection, Slow Mover-Protection. Transporte Aéreo Tático: Airlift and Airdrops Escort, Support Special Operations Forces, NEO Ops. Táticas de Helicópteros: Air Assault (AA), Special Operations Aviation (SOA), Combat Service Support (CSS), Convoy/Helicopter Escorts, Combat Search and Rescue (CSAR), Personnel Recovery (PR), Medical Evacuation (MEDEVAC). Missões de Apoio Aéreo Próximo.

LEIA TAMBÉM

IMT vai recorrer de decisão que declarou ilegal fecho de centro de inspecção automóvel de Seia

O Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) anunciou que vai recorrer das decisões judiciais que …

Dez detidos em Seia por tráfico de droga

A GNR de Gouveia deteve, entre os dias 1 e 3 de Setembro, oito homens …