Freguesias: Alvôco das Várzeas com água imprópria para consumo humano

Numa informação enviada à redacção do correiodabeiraserra.com, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) dá conta de que a água para consumo humano, em Alvôco das Várzeas, não deve ser utilizada “sem prévia fervura”.

Esta informação – segundo a mesma nota – resulta do facto de nas análises que periodicamente são efectuadas à água ter aparecido “um parâmetro microbiológico (clostridium perfrigens) que “não cumpre” com os valores estabelecidos na legislação.

A CMOH sublinha que “a situação está a ser acompanhada”, e frisa também que já “foram tomadas medidas urgentes de correcção do problema”.

Entretanto, a autarquia oliveirense adianta ainda que a situação de água imprópria para consumo que, em finais de Abril, foi detectada em Lagares da Beira, já se encontra “ultrapassada”.

LEIA TAMBÉM

O verdadeiro papel do cuidador não é fácil. Autora: Ana Margarida Cavaleiro

A doença de Alzheimer é cada vez mais uma realidade na nossa sociedade. Esta condição, …

Feridos nos fogos que afectaram Oliveira do Hospital estão isentos de taxas moderadoras e têm medicamentos gratuitos

As vítimas dos incêndios de Junho e de Outubro do ano passado, que afectaram, entre …