Freguesias: Alvôco das Várzeas com água imprópria para consumo humano

Numa informação enviada à redacção do correiodabeiraserra.com, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) dá conta de que a água para consumo humano, em Alvôco das Várzeas, não deve ser utilizada “sem prévia fervura”.

Esta informação – segundo a mesma nota – resulta do facto de nas análises que periodicamente são efectuadas à água ter aparecido “um parâmetro microbiológico (clostridium perfrigens) que “não cumpre” com os valores estabelecidos na legislação.

A CMOH sublinha que “a situação está a ser acompanhada”, e frisa também que já “foram tomadas medidas urgentes de correcção do problema”.

Entretanto, a autarquia oliveirense adianta ainda que a situação de água imprópria para consumo que, em finais de Abril, foi detectada em Lagares da Beira, já se encontra “ultrapassada”.

LEIA TAMBÉM

Alexandrino acusa alguns médicos de “boicote” ao SAP “numa tentativa de ele fechar” e coloca em causa qualificação de um clínico

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital teceu hoje duras críticas a “alguns …

Saúde em Oliveira do Hospital continua envolta em crise, utentes queixam-se e presidente da Câmara reconhece que solução não está nas mãos da autarquia

Uma utente não conseguia disfarçar a sua indignação por não ter, mais uma vez, conseguido a …