Freguesias: Alvôco das Várzeas com água imprópria para consumo humano

Numa informação enviada à redacção do correiodabeiraserra.com, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) dá conta de que a água para consumo humano, em Alvôco das Várzeas, não deve ser utilizada “sem prévia fervura”.

Esta informação – segundo a mesma nota – resulta do facto de nas análises que periodicamente são efectuadas à água ter aparecido “um parâmetro microbiológico (clostridium perfrigens) que “não cumpre” com os valores estabelecidos na legislação.

A CMOH sublinha que “a situação está a ser acompanhada”, e frisa também que já “foram tomadas medidas urgentes de correcção do problema”.

Entretanto, a autarquia oliveirense adianta ainda que a situação de água imprópria para consumo que, em finais de Abril, foi detectada em Lagares da Beira, já se encontra “ultrapassada”.

LEIA TAMBÉM

Adopção de estilo de vida saudável pode reduzir risco de doença de Alzheimer. Autor: Ana Margarida Cavaleiro

Os hábitos que adotamos na vida podem fazer uma grande diferença na nossa saúde, assim …

O papel da Cardiologia de Intervenção na prevenção do AVC. Autor: Lino Santos

O acidente vascular cerebral (AVC) continua a ser a principal causa de morte e incapacidade …