Resolvido problema da água imprópria em Alvôco de Várzeas

 

Privados do consumo normal da água da rede pública, desde o passado dia 21 de Maio, os consumidores da zona de abastecimento de Alvôco de Várzeas estão, desde ontem, possibilitados de retomar as práticas diárias, sem necessidade de procederem à fervura prévia da água para consumo humano.

A informação consta de aviso publicado ontem pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e que garante que a ausência do parâmetro microbiológico (Clostridium perfrigens) nas últimas análises efectuadas à água.

Recorde-se que foi a detecção daquele parâmetro que motivou o aviso publicado pela autarquia, no passado dia 21 de Maio, e que obrigou a tomada de medidas urgentes de resolução do problema.

De acordo com o último aviso publicado, o problema está ultrapassado já que “a água cumpre os valores legalmente estabelecidos”.

 

Notícia relacionada.

LEIA TAMBÉM

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …

LMAN promove “peregrinação” ao Santuário de Nossa senhora das Preces em Vale de Maceira

A Liga de Melhoramentos Desporto e Cultura de Aldeia de Nogueira (LMAN) vai realizar no …