Resolvido problema da água imprópria em Alvôco de Várzeas

 

Privados do consumo normal da água da rede pública, desde o passado dia 21 de Maio, os consumidores da zona de abastecimento de Alvôco de Várzeas estão, desde ontem, possibilitados de retomar as práticas diárias, sem necessidade de procederem à fervura prévia da água para consumo humano.

A informação consta de aviso publicado ontem pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e que garante que a ausência do parâmetro microbiológico (Clostridium perfrigens) nas últimas análises efectuadas à água.

Recorde-se que foi a detecção daquele parâmetro que motivou o aviso publicado pela autarquia, no passado dia 21 de Maio, e que obrigou a tomada de medidas urgentes de resolução do problema.

De acordo com o último aviso publicado, o problema está ultrapassado já que “a água cumpre os valores legalmente estabelecidos”.

 

Notícia relacionada.

LEIA TAMBÉM

“O presidente diz que Oliveira está na moda. Adarnela só se for na moda da idade da pedra. Não tem água, nem saneamento”

Quem chega a Adarnela, no concelho de Oliveira do Hospital encontra uma localidade dividida entre …

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …