FC Oliveira do Hospital com triplo azar no arranque da Taça de Portugal

Futuro do FC Oliveira do Hospital pode passar pela constituição de uma SAD

O futuro do FC Oliveira do Hospital deverá passar por uma parceria, que deverá estar definida hoje ou amanhã, com um grupo investidor que tornará o clube auto-sustentável e abrirá caminho a breve prazo para a eventual constituição de uma SAD para o futebol profissional. A novidade foi avançada ontem pelo ainda presidente Paulo Figueira (que poderá liderar uma futura direcção) durante a Assembleia Geral do emblema oliveirense que se preparava para eleger uma Comissão Administrativa.

Os associados do clube, devido aos novos dados, voltam a reunir na próxima sexta-feira para conhecerem todos os contornos do novo projecto e decidir se querem manter ou não o futebol sénior, tendo Paulo Figueira garantido que a nova parceria passa também por uma forte aposta na formação. Os elementos ligados à formação do futebol e da secção de hóquei em patins que estavam dispostos a tomar conta do clube, sem futebol sénior, concordaram em aguardar até à próxima reunião para tomarem decisões.

Paulo Figueira, que depois do impasse sobre o futuro directivo criado na última AG, resolveu, com outros elementos da direcção do clube, encetar alguns contactos garantiu que, a confirmar-se, este projecto abrirá outros horizontes ao clube. “Estas pessoas [o parceiro com quem será estabelecido o acordo] não querem ficar na II Divisão. Querem projectar o clube mais alto”, garantiu o ainda presidente do clube, sublinhando que a breve prazo a estrutura do futebol sénior deverá evoluir para a profissionalização. “Poderá dentro de dois anos haver uma SAD em Oliveira do Hospital”, vincou.

A formação, reforçou ainda Paulo Figueira, sairá também fortalecido da nova parceria, dado que os investidores pretendem reforçar a aposta nos juvenis e juniores. “Se andarmos com este projecto, os juvenis e juniores vão estar muito mais fortes e disputar os campeonatos nacionais dentro de um ano. Vai ser bom para nós e para quem vem. As pessoas querem fazer um investimento em Oliveira do Hospital e querem formar jogadores que aos 18 anos possam ser transferidos para um clube grande”, esclareceu ainda aquele responsável.

Salientando que as equipas já estão inscritas e que, no caso de os sócios recusarem o novo projecto, o custo da inscrição dos seniores será assumido por ele próprio e por Mário Brito, Paulo Figueira fez saber aos sócios que considera importante uma formação a disputar o Campeonato Nacional de Seniores. “Se não tivermos equipa de seniores os nossos jovens chegam aos 18 anos e vão jogar para onde? Para os distritais? Se tivermos uma parceria que nos permita manter a nossa formação como está a ser feita o clube sai fortalecido”, sublinhou, garantindo ainda que dentro do novo projecto a direcção eleita pelos sócios é que irá mandar no clube. Sexta-feira, depois de ouvirem todos os contornos do novo projecto, os sócios devem tomar uma decisão final sobre o futuro do clube.

LEIA TAMBÉM

CDS oliveirense ausente da cerimónia de comemoração do feriado municipal como protesto pela condecoração a Ana Abrunhosa

O CDS oliveirense vai estar ausente da cerimónia de comemoração do feriado municipal que vai …

‘Nariz Preto’ de Pedro Tochas chega a Oliveira do Hospital

O espectáculo de Pedro Tochas, ‘Nariz Preto’, inserido no âmbito do programa ‘Coimbra Região de …

  • Antonio Silva

    Parabéns ao Paulo Figueira e restantes dirigentes. Não se ajoelharam a pedir um dos disparatados projectos revolucionários de José Carlos Alexandrino e resolveram as coisas pelos próprios meios. Mais uma vez o autarca cá do burgo levou uma bofetada de luva branca. Os dirigentes que comentem vários erros de gestão, pelos vistos, vão conseguir manter o clube no topo sem a bênção de Alex.

  • António Lopes

    Nesta quando deixar de estar “falido”,se for necessário … ainda…