Futuro do FCOH fica hoje decidido em Assembleia Geral

 

Está confirmado. O até aqui vice-presidente do Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) apresenta, hoje, em Assembleia Geral marcada para as 21h00, uma lista candidata aos órgãos sociais do clube e coloca assim um ponto final à ameaça de extinção do clube que, no próximo dia 7 de julho, assinala 73 anos de atividade.

Tal como já foi noticiado pelo correiodabeiraserra.com, o nome de Paulo Figueira surgiu após a realização de duas assembleias gerais eleitorais, que ficaram marcadas pela reduzida participação dos associados e ausência de candidatos disponíveis para levar por diante o projeto FCOH.

Foi, contudo, no decorrer de um jantar realizado na semana passada que Paulo Figueira, atual responsável pelo departamento de futebol, se revelou disponível para constituir uma lista, com o objetivo de não deixar cair o clube que, este ano, viu regressar a sua equipa sénior de futebol ao Campeonato Nacional da 3ª Divisão.

Dar continuidade ao futebol de 11 é o objetivo maior de Paulo Figueira que, há instantes, em declarações ao correiodabeiraserra.com referiu que, para isso, é essencial o apoio dos sócios, empresas e simpatizantes.

“O futebol para mim é tudo”, confessou o sócio, deixando a garantia de que fará “de tudo” para conseguir apoios para manter a equipa sénior de futebol.

A poucas horas de se apresentar como candidato à presidência da direção do FCOH, Paulo Figueira tem para oferecer a sua disponibilidade e experiência de uma década ligada ao clube.

A inexistência de sócios interessados em liderar o projeto desportivo do FCOH foi determinante para Paulo Figueira avançar com uma lista, porque “ao fim de 73 anos, o Oliveira do Hospital não podia cair”.

A “paixão pelo FCOH” foi outra das razões invocadas pelo candidato que se confessa orgulhoso por, na última década, o FCOH ter sido uma das coletividades que mais destaque teve ao nível da comunicação social regional e nacional.

Referiu, por exemplo, a participação do FCOH na Taça de Portugal e os jogos disputados fente ao Braga e ao Sporting.

Até agora, tudo leva a crer que, a lista encabeçada por Paulo Figueira, seja a única a ser apresentada em Assembleia-geral eleitoral. Tal facto não é, contudo, sinónimo de maior tranquilidade para o cabeça de lista que, ao correiodabeiraserra.com, confessou que gostava de ser “surpreendido” com o aparecimento de uma segunda lista concorrente.

No projeto que se prepara para liderar, Paulo Figueira faz-se acompanhar, entre outros, por Carlos Brito e Rui Gonçalves, para a presidência da Assembleia Geral e Conselho Fiscal, respetivamente.

LEIA TAMBÉM

O Bava da Bola

Um tal Bava, Zeinal de primeiro nome, foi presidente executivo durante anos da PT. Em …

Aquela máquina…

Dois golos de Cristiano Ronaldo e um de André Silva asseguraram a vitória de Portugal …