Gabriel Ulumdo, o insólito padre de Mangualde que declinou fazer um funeral de um deficiente e agora recusa-se a realizar a visita pascal

Gabriel Ulumdo é um dos padres que se arrisca a ficar famoso pelas piores razões. Começou por se recusar a fazer o funeral a um homem, deficiente das forças armadas, porque este dever 375 euros de côngrua. O homem, da freguesia de Freixiosa, concelho de Mangualde, foi sepultado sem missa, sem padre, sem a cruz do povo e sem o toque dos sinos da igreja. Agora Gabriel Ulumdo volta a ser notícia porque, segundo o Jornal de Notícias, recusa-se a fazer a visita pascal naquela freguesia.

O pároco, segundo o JN, informou a população, na missa do passado domingo, que não vai fazer a tradicional visita pascal, esperando até que “as coisas acalmem”, de acordo com o relatado por uma habitante que assistiu à missa. A reacção prende-se com as criticas de que Gabriel Ulumdo tem sido alvo e o clima algo adverso, o que o levou, inclusive, a pedir a permanência da GNR junto à igreja. “Se calhar, mais de metade não lhe ia abrir a porta. É melhor deixar acalmar os ânimos”, explicou um habitante de 92 anos ao JN.

LEIA TAMBÉM

MAAVIM vai pedir ao ministro da Agricultura e à líder da CCDR Centro que coloquem lugar à disposição

O Movimento Associativo de Apoio às Vítimas dos Incêndios de Midões (MAAVIM) deverá pedir amanhã …

CAULÉ – CAULÉ. Afinal o que é ? Autor: João Cruz

É uma espécie de euromilhões que devia sair por todos os associados mas que não …

  • Politicalex

    Por acaso, e para não variar até estou de acordo com o Padre.Vamos lá a ver se nos entendemos.Se as pessoas não vão à missa.Se não querem saber dos mandamentos e regras estabelecidas, qual é o sentido que faz querer um padre no funeral e na Benção Pascal? Só porque é costume? Se o padre tem que estar disponível para baptizar, casar, enterrar, dar extrema unção etc,vive como e de quê? De milagre..? Em qualquer outro serviço não se paga o que se gasta? No café no restaurante nos transportes nas diversões como é? Se quero ter um padre à minha disposição, tenho que o manter vivo..! Afinal. como é?n Ou querem ser enterrados à noite, baptizados antes do trabalho, às sete da manhã e casarem-se à hora de almoço mas rápido, que o padre tem horários de trabalho a cumprir..Dêem-me lá umas porradinhas que eu gosto…Mas respondam às perguntas…Este padre não quer cristãos nem católicos do faz de conta.Acho muito bem.E se for no islão, já sabem como elas cantam…Há pois é…Antigamente, não há muitos anos, quem não ia à missa ninguém lhe falava…deixe-mo-nos de hipócrisia…

    • Abençoado

      Mas podia fazer um desconto ao deficiente, 375€ contabilizando 25€ por anos, são 15 anos de divida.
      Sim porque há muito boa gente que não paga mais do isso, embora ganhem muito mais por dia.