Na primeira aparição em casa do novo treinador do Sampaense, a sua equipa não mostrou argumentos para vencer o Illiabum, equipa que tinha sido derrotada há menos de duas semanas para a Taça.

>>Basquetebol: Exibição pobre dá nova derrota

Imagem vazia padrãoNum dia típico de Inverno, o pavilhão Serafim Marques abriu portas para receber a equipa de Ílhavo. Todos os presentes esperavam ver um bom jogo tal como aconteceu na anterior eliminatória da Taça de Portugal onde o Sampaense numa exibição de garra acabou por derrotar os adversários do Illiabum.

O jogo inicia-se com ambas as equipas a praticar um basquetebol atípico, carregado de erros defensivos e ofensivos, o que levava as duas formações a equilibrarem-se no marcador durante os primeiros minutos de jogo. Devido aos sucessivos “turn-overs” oferecidos pelos jogadores do Sampaense, são os visitantes que se superiorizam e terminam o primeiro período a vencer por 16-21.

Nos segundos 10 minutos viu-se a espaços o Sampaense a reagir e a tentar a aproximação pontual, mas também se viu que de forma sucessiva nos momentos em que o jogo poderia “virar” para os beirões, a equipa respondia com os piores momentos atacantes e com desconcentrações evitáveis. Após uma jogada de completo desnorte, o Sampaense permite que o jogo vá para intervalo com a vitória dos visitantes por 32-48.

O terceiro período traz um Sampaense mais esclarecido. Gradeço organizou novamente a equipa no balneário e os primeiros minutos deste período foram dominados pela formação da casa que jogou um basquetebol simples e eficaz, sobretudo na zona de finalização. Apoiados no excelente tiro exterior, os visitantes voltam a pegar no jogo antes do final dos 30 minutos e recuperam a vantagem que traziam da primeira parte da partida. O resultado neste período foi de 47-66.

No último período o jogo não mudou de rumo. Embora a equipa da casa conseguisse recuperar alguns pontos no marcador, nada fez para merecer dar a volta ao resultado e resgatar uma vitória que esteve ao seu alcance, mas pela postura pouco dedicada por parte de alguns dos seus jogadores, nada pode o colectivo fazer para dar mais uma alegria aos seus adeptos e marcar pontos fundamentais na conquista da presença nos “play-offs”.

O MVP da partida foi Daniel Félix com 18 pontos e 7 ressaltos. Em destaque no Sampaense estiveram Dustin Brown com 21 pontos e 5 ressaltos, Justin Marshall com 11 pontos e João Rosado com 9 pontos.

LEIA TAMBÉM

Petizes do FC Oliveira do Hospital são vice-campeões distritais

A formação do FC Oliveira do Hospital, no escalão do petizes, sagrou-se ontem vice-campeã distrital …

O Bava da Bola

Um tal Bava, Zeinal de primeiro nome, foi presidente executivo durante anos da PT. Em …