GNR aplica 33 contra-ordenações e faz duas detenções no primeiro dia de caça

GNR aplica 33 contra-ordenações e faz duas detenções no primeiro dia de caça

A Guarda Nacional Republicana (GNR) aplicou 33 contra-ordenações no domingo, na sequência da operação de fiscalização designada “Artémis I”, na abertura da caça a espécies migradoras.

Segundo a GNR, as contra-ordenações foram impostas “no âmbito da legislação que regulamenta a caça e do regime jurídico das armas e munições”. A GNR, através do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente, realizou também duas detenções pelo crime de caça a espécies não autorizadas e apreendeu seis armas de fogo, 15 animais de espécies diversas e oito documentos.

Na acção, que teve como objectivo “compatibilizar a actividade cinegética com a observação da natureza e da biodiversidade”, a corporação registou ainda “um crime de utilização de meios não permitidos na actividade venatória”.

 

LEIA TAMBÉM

Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

Detido em Seia traficante de estupefacientes

A GNR de Seia e de Paranhos da Beira detiveram um homem de 23 anos, …

Mortes em acidente em Tábua no acesso ao IC6

Dois homens morreram hoje na sequência de uma colisão frontal entre duas viaturas ligeiras numa …